Banega se despede em grande estilo do Sevilla: "Chorei muito esta tarde com minha mulher"
Foto: Reprodução / Sevilla

Após bater a Inter por 3 a 2 no RheinEnergieStadion, em Colônia, na Alemanha, a festa do título foi do Sevilla, que levantou o troféu da UEFA Europa League. Com dois gols de de Jong e um golaço de bicicleta de Diego Carlos, os Rojiblancos levaram seu sexto título da competição. Lukaku e Godín diminuíram.

O melhor jogador da partida, Luuk de Jong falou um pouco sobre a sensação de fazer dois gols e levantar a taça. "É incrível. Foi uma partida muito forte, mas no final ganhamos e é muito importante. Espero marcar mais gols na próxima temporada, mas o importante é fazê-los, não quem. Hoje foi dois e para mim está muito bom, mas para a equipe é fantástico. Todos fomos muito fortes e nos ganhamos a Copa".

Óliver Torres, que permaneceu no banco por estar voltando de lesão, disse que se sente feliz por poder viver momentos como esse em um clube como o Sevilla. "Trabalho cada dia para jogar e o melhor, estou seguro, que está por vir. Com 25 anos é muito mais do que eu poderia imaginar. E o melhor é que vamos levar a alegria para a gente, o sorriso delas, dos trabalhadores, a felicidade…isso não tem preço. O melhor de tudo é  a qualidade humana que temos aqui dentro”.

A despedida de Éver Banega não poderia ter sido melhor. Sobre o jogo, o argentino disse que foram 90 minutos duros. "Eles se colocaram na frente rápido, mas sabíamos que devíamos estar tranquilos. Temos boa equipe e temos demonstrado. Quando o juiz apitou esqueci tudo, pensei que era o último momento que tinha para aproveitar”.

“Chorei muito esta tarde, com minha mulher… me traz a nostalgia, a tristeza…Mas vou deixando isso tudo. Queria agradecer ao clube que me trouxe e vou com outra UEFA Europa League, algo tão importante para o Clube. E aos torcedores também pela dedicação. Encontrei um amor íntimo com eles desde o primeiro momento, e quero agradecer seu apoio nos momentos ruins. Agradeço a eles também pudemos conseguir isto”, declarou o meio-campista emocionado

Lucas Ocampos, que saiu aos 71 minutos, disse que jogou com uma lesão e foi até não dar mais. “Valeu a pena sofrer, jogar com dor, me tratar esta semana com os fisioterapeutas que fizeram um trabalho impressionante… Disfrutei uma final com o Sevilla FC, que era o que queria, e a ganhei, minha equipe ganhou fazendo uma partida impressionante. Tem passado muitas coisas por minha cabeça, tive duas lesões na minha carreira e justo na última semana, a mais importante da minha carreira… De tudo o que pude, joguei com dor até que as pernas falaram basta…”

VAVEL Logo