Neymar retorna, faz gol e PSG conquista Supercopa da França sobre Olympique de Marseille
Christian Gavelle/PSG

Campeão por dez vezes, oito de forma consecutiva. O Paris Saint-Germain segue dominante e hegemônico na França. Em jogo disputado nesta quarta-feira (13) no Stade Bollaert-Delelis, em Lens/FRA, o PSG venceu o Olympique de Marseille por 2 a 1 na decisão da Supercopa da França. Icardi e Neymar marcaram os gols parisienses, enquanto Payet descontou aos marselheses. Foi a primeira conquista de Mauricio Pochettino como treinador do PSG.

O primeiro tempo foi bastante equilibrado. Apesar de muitas faltas, o jogo foi bem disputado no meio de campo e sem muitas ameaças para os goleiros. O primeiro lance perigoso aconteceu aos 21 minutos, quando Di María fez lançamento para Mbappé no lado esquerdo da área. O camisa 7 tocou para Icardi empurrar ao gol vazio, mas o lance foi anulado por impedimento do francês. Aos 28’, Marquinhos fez lançamento do campo de defesa para Mbappé, que mais uma vez estava em posição irregular.

Por apresentar um pouco mais de volume ofensivo, o PSG foi premiado aos 38 minutos. Em uma sequência da jogada de escanteio, Di María cruzou para Icardi cabecear. Mandanda defendeu, mas o argentino aproveitou o rebote e marcou o primeiro gol da partida. A equipe teve chance de ampliar o placar ainda na etapa inicial durante os acréscimos. Di Maria puxou contra-ataque e acionou Mbappé, que tocou para Icardi, mas a bola explodiu no travessão.

Christian Gavelle/PSG
Christian Gavelle/PSG

O Olympique de Marseille voltou ao segundo tempo em busca do empate. Aos quatro minutos, Thauvin finalizou no canto e Keylor Navas evitou o empate com uma belíssima defesa. Aos 14, Caleta-Car pegou a sobra de primeira em chute rasteiro e Navas faz defesa segura. Neymar, que começou a partida no banco, entrou aos 21 no lugar de Dí Maria, o camisa 10 fez sua primeira partida desde a contusão no jogo contra o Lyon. Pol Lirola também fez sua estreia na decisão pelo OM, lateral-direito foi contratado junto à Fiorentina.

O segundo gol do PSG saiu na reta final do jogo. Aos 42 minutos, Icardi avançou em liberdade, entrou na área e caiu após trombada com o goleiro Yohann Pelé. A princípio, a arbitragem nada marcou, mas, após revisão da arbitragem de vídeo, o pênalti foi assinalado. Na cobrança, Neymar usou a categoria para finalizar no canto oposto ao do goleiro. Os marselheses ainda conseguiram diminuir aos 44, quando Thauvin cruzou da direita e Payet finalizou no canto direito de Keylor Navas. Mas era tarde demais. O título foi comemorado pelo PSG.

Christian Gavelle/PSG
Christian Gavelle/PSG
VAVEL Logo