Após saída do Lyon, técnico Rudi Garcia critica Juninho Pernambucano
Damien LG/OL

Na manhã da última segunda-feira (24), o Lyon publicou um comunicado oficial informando que o clube não iria renovar com o treinador Rudi Garcia. Um dia após o comunicado, o ex- treinador do clube concedeu uma entrevista ao jornal francês L’Equipe e revelou vários problemas que teve com dirigente esportivo do clube, Juninho Pernambucano

“Descobri que quando os brasileiros contratados não estavam jogando, ele não ficava feliz. Ele preferia vencer com seus jogadores. Ele investiu muito e isso é uma qualidade, mas certamente prometeu a eles que seriam escalados”, relatou Rudi Garcia.

O técnico falou que boa parte da insatisfação se deu também por ter optado deixar Bruno Guimarães no banco de reservas em boa parte da segunda metade da temporada. Além disso, ele afirmou que o dirigente brasileiro teve problemas com outros jogadores.

“Primeiro, quando você não está mais parabenizado pelas vitórias, entende... E quando fui vê-lo na segunda metade da temporada, só falávamos sobre seleção, tática, mas não o projeto do clube, recrutamento ou estratégia em torno de jovens jogadores. Tudo o que pertence a um Diretor Esportivo. Acho que ele vai se tornar um diretor esportivo muito bom, mas você precisa de experiência. Ele ainda está muito no modo de jogador, impulsivo em sua tomada de decisão. Não gostou da atitude de alguns jogadores, mas não percebeu que fazia o mesmo com os sul-americanos”, continuou.

O presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, Bruno Guimarães e Rafael Silva se pronunciaram no twitter contra as declarações do ex-treinador e defenderam Juninho Pernambucano.

VAVEL Logo