A geração belga e sua chance de fazer história na Euro 2020
Foto: Divulgação / UEFA

Nesta sexta-feira (2), a Bélgica enfrenta a Itália em duelo válido pelas quartas de final da Eurocopa 2020. Em jogo, muito mais do que uma vaga para a próxima fase do torneio, é a oportunidade de Lukaku e Cia manterem a chance do primeiro grande título de uma equipe da qual muito se espera.

Conhecida como “a famosa geração Belga”, o elenco despontou para as vistas do público em 2014, onde acabou eliminada para a Argentina nas quartas de final da Copa do Mundo. O time contava com nomes então promissores como De Bruyne, Lukaku e Courtois.

Quatro anos depois, na Copa de 2018 disputada na Rússia, as promessas já se mostravam como destaques de grandes clubes do futebol europeu. A seleção da Bélgica chegou a eliminar o Brasil e alcançou as semifinais, mas parou diante da França, frustrando as expectativas.

Para não se tornar “a geração do quase”, os belgas carecem de uma grande conquista que possa firmar seus nomes em definitivo na história. Assim, a Euro 2020 se coloca como uma possibilidade encantadora e real para a memória eterna.

VAVEL Logo