Apesar da punição, dirigente do Atlético de Madrid afirma que clube ainda pretende contratar

Declaração de Gil Marin alimentou a esperança colchonera pela chegada de mais um atleta para a equipe

Apesar da punição, dirigente do Atlético de Madrid afirma que clube ainda pretende contratar
Foto: NutPhoto/Getty Images

Prejudicado pela sanção imposta pela Fifa que o impede de registrar jogadores nesta janela de transferências, o Atlético de Madrid não conseguiu ter a participação desejada no mercado de transferências. O dirigente, Miguel Angel Gil Marin, falou da situação do clube e revelou que deseja fazer mais uma contratação nesta janela.

A única movimentação da equipe colchonera no mercado fora com Vitolo, meia que estava no Sevilla e que - devido a já citada punição - passará seis meses no Las Palmas, clube que o revelou. Como afirmou Miguel, o objetivo do Atlético é realizar mais uma contratação e montar um esquema semelhante ao de Vitolo para não deixar o jogador parado.

"A proibição de registrar jogadores neste mercado de verão nos afetou nos dois jogadores que nós desejamos contratar já que terão que se juntar a nós com cinco meses de atraso", afirmou Gil Marin, lamentando a sanção. No entanto, deixando claro que existe mais uma negociação em curso que especula-se ser com o Chelsea, visando o retorno de Diego Costa à Espanha.

Outra figura importante do Atlético de Madrid a comentar o caso Diego Costa foi o treinador da equipe, Diego Simeone, que evitou dar declarações a respeito já que trata-se de um atleta que não faz parte de seu plantel e por isso não cabe a ele falar sobre. 

O Atlético de Madrid segue sua pré-temporada e disputa neste momento a Audi Cup, na Alemanha. A equipe espanhola se classificou para a final após vitória diante do Napoli e fica na espera pela definição de seu adversário. 

Espanha