Para evitar rebaixamento, La Coruña anuncia Seedorf como novo treinador

Ex-jogador holandês com passagens por Ajax, Milan e Botafogo voltará a comandar uma equipe após dois anos

Para evitar rebaixamento, La Coruña anuncia Seedorf como novo treinador
Foto: Valerio Di Domenico/Fifa

O Deportivo La Coruña, que vive um péssimo momento na La Liga, onde ocupa a 18ª colocação, anunciou Clarence Seedorf como novo treinador nesta segunda-feira (6). O holandês chega com a missão de tirar o time da zona de rebaixamento do Campeonato Espanhol e acabar com a má fase do clube galego, que não vence a sete partidas, tendo sofrido duas goleadas, para Real Madrid e na última rodada para a Real Sociedad, nesse período. 

Como jogador, Seedorf teve uma carreira de muito destaque nas equipes que atuou, tendo conquistado por quatro ocasiões a Uefa Champions League, além de diversos títulos nacionais e individuais. Passou por Ajax, Real Madrid, Internazionale, Milan, até se aposentar no Botafogo em 2014, conquistando a Bola de Prata em 2013.

Em contrapartida, o talentoso ex-meio campista ainda não obteve sucesso como treinador. Logo que se aposentou, assumiu o comando do Milan, mas foi demitido precocemente. Depois, dirigiu o Shenzhen FC, equipe da Segunda Divisão Chinesa, e também não obteve êxito.

O clube galego demitiu Cristóbal Parralo neste domingo (5), após uma série de sete partidas sem vitórias na La Liga. No último jogo, a equipe foi goleada por 5 a 0 pelo Real Sociedad, e duas rodadas antes, sofreu um 7 a 1 do Real Madrid. A última vitória do Depor foi diante do Leganés, em dezembro do ano passado pela diferença mínima. Parralo foi o segundo treinador do clube na temporada, que demitiu Pepe Mel, após uma sequência de maus resultados no mês de setembro de 2017. 

O próximo compromisso do Depor pela La Liga é diante do Betis na próxima segunda feira (12). O time tem 17 pontos ganhos e está a 3 do Levante, primeira equipe fora da zona de rebaixamento. Com 51 gols sofridos, os gallegos tem a pior defesa da competição e o sexto pior ataque com 24 gols marcados em 22 partidas.