PSG quebra recordes na conquista do tetracampeonato da Ligue 1

O Paris Saint-Germain foi o campeão da 78ª edição da Ligue 1, o time da capital conseguiu o título com oito rodadas de antecedência; Reims, Gazélec e Troyes foram rebaixados; Lyon, Monaco, Nice, Lille e o campeão PSG disputarão competições europeias

PSG quebra recordes na conquista do tetracampeonato da Ligue 1
Foto: Getty Images

O Paris Saint-Germain sagrou-se campeão francês no dia 13 de março, após vencer o Troyes por 9 a 0, em partida válida pela 30ª rodada da Ligue 1. Mesmo com o título já decidido, as disputas por competições europeias e contra o rebaixamento foram acirradas até a última rodada.

Os 31 pontos de vantagem do PSG para o segundo colocado Lyon, refletem o cenário do futebol francês. O time da capital manteve suas principais peças, renovou com jogadores cobiçados por outros clubes e contratou Angel Di María. Lyon, Monaco e Olympique de Marseille eram os favoritos a superar os comandados de Laurent Blanc, mas as três equipes decepcionaram e deixaram o caminho aberto para o tetracampeonato dos Rouge-et-Bleus.

Nesta temporada, o PSG conseguiu quebrar vários recordes. O time teve a melhor defesa em uma edição da Ligue 1, sofrendo apenas 19 gols, superando os 21 do Marseille em 1991/92. Também estabeleceu uma nova marca, vencendo 30 partidas na temporada. Com 96 pontos, estabeleceram o recorde de maior número de pontos em uma edição do campeonato francês. O melhor saldo de gols também pertence a este PSG: 83. Uma temporada dominante.

Competições continentais

Foto: Romain Lafabregue/AFP/Getty Images

O campeão Paris Saint-Germain e o vice Lyon estão na fase de grupos da Uefa Champions League 2015/16. O Monaco, terceiro colocado, vai para a terceira fase preliminar. Para os monegascos chegarem até a fase de grupos, terão que passar por duas etapas eliminatórias. Se cair, vai para a Europa League.

Nice e Lille se classificaram para a Europa League. A final da Copa da França será decisiva para o cenário francês na competição. No dia 21 de maio, o Paris Saint-Germain encara o Olympique de Marseille na decisão da copa. Atualmente, o Nice está classificado para a terceira fase preliminar, assim como o LOSC. Mas caso o PSG vença o OM, o rubro-negro entrará direto na fase de grupos.

O Saint-Étienne também reforçará a torcida parisiense na final contra o Marseille. Se o PSG for campeão, o Sainté – sexto colocado da Ligue 1 – herdará a vaga na Europa League. O Lille também se beneficiou de algo parecido, já que o PSG venceu a Copa da Liga e a vaga dessa competição foi relocada para o quinto colocado do campeonato. Se o Olympique for campeão, ele vai à UEL.

Surpresas

Foto: Jean-Francois Monier/AFP/Getty Images

Angers e Caen figuraram na parte de cima da tabela durante o primeiro turno. Enquanto que os grandes estavam em má fase, os dois clubes acumulavam gordura para assegurar o principal objetivo: permanecer na elite. O Angers foi o terceiro colocado da Ligue 2 na temporada 2014/15, o Caen chegou à elite um ano antes e também tentava permanecer. O time azul e vermelho terminou a temporada na sétima posição, já o alvinegro ficou em nono.

O Nice foi outra grata surpresa. Comandados por Hatem Ben Harfa, os rubro-negros conseguiram uma vaga na Europa League. O “temperamental e problemático” atacante marcou 17 gols na Ligue 1 e foi fundamental para o bom desempenho do clube. Resta saber se a diretoria conseguirá segurar seu principal jogador, que é cobiçado por grandes da Europa. O Nice contratará outros nomes para reforçar a equipe ou apostará na base desta temporada?

Decepção

O Olympique de Marseille terminou a Ligue 1 na 13ª posição com 48 pontos. A situação poderia ser muito pior se não fossem as duas vitórias e os dois empates nas últimas quatro rodadas. O time estava ameaçado pelo rebaixamento e conviveu com vários protestos da torcida. Os Marseillais venceram apenas três partidas no Vélodrome nesta edição do Campeonato Francês. A fase caótica resultou em invasão dos torcedores depois de goleada para o Rennes. A equipe ainda pode conseguir um título, basta vencer o rival PSG na final da Copa da França, dia 21.

Após indefinição, três foram rebaixados à Ligue 2

Foto: Divulgação/Stade de Reims

A LFP determinou que apenas duas equipes fossem rebaixadas nesta temporada. Pouco tempo depois, a Federação Francesa interveio e cancelou a mudança. As entidades entraram em conflito e O Conselho de Estado francês manteve a decisão favorável à FFF.

Em 9 de julho de 2015, a LFP alterou o regulamento da primeira divisão limitando a dois o número de rebaixados e promovidos ao final da atual temporada. Em 23 de julho, o Comitê Executivo da FFF anunciou a manutenção das três vagas, iniciando o conflito. No dia 3 de fevereiro, o Conselho de Estado deu ganho de causa à Federação.

Stade de Reims, Gazélec Ajaccio e Troyes foram rebaixados à Ligue 2. Nancy, Dijon e Metz conseguiram o acesso.

O Troyes somou apenas 18 pontos e foi o primeiro a ter o rebaixamento sacramentado. Gazélec Ajaccio perdeu as três últimas partidas e também caiu, o desempenho nas rodadas derradeiras foi crucial para a queda, já que o time estava fora do Z-3. O vice-campeão europeu Stade de Reims lutou com o Toulouse pela permanência, mas o TFC levou a melhor ao vencer o Angers pelo placar de 3 a 2.

A última vaga na elite foi decidida na última rodada e de forma emocionante. O campeão Nancy e o vice Dijon já estavam classificados. Metz e Le Havre brigavam pela terceira colocação. O Metz perdeu para o Lens por 1 a 0, o Le Havre precisava ganhar o Bourg en Bresse por sete gols de diferença. O time de Bob Bradley fez 5 a 0 e ficou a dois tentos da elite. Os clubes ficaram empatados com 65 pontos, o Metz levou a melhor e está na Ligue 1.

+ Confira mais notícias do futebol francês na VAVEL Brasil.

+ Veja a tabela final da Ligue 1 2015/16

+ Todas as informações da Eurocopa 2016, que será realizada na França