Simeone marca no fim, Fiorentina busca empate e amplia fase ruim da Inter

Carrasco da Viola, Icardi abriu o placar, mas compatriota argentino fez no fim para definir o placar em 1 a 1

Simeone marca no fim, Fiorentina busca empate e amplia fase ruim da Inter
Foto: Divulgação/FC Internazionale
Fiorentina
1 1
Internazionale
Fiorentina: Sportiello; Laurini, Pezzella, Astori, Biraghi; Badelj, Veretout (Gil Dias, min. 86), Benassi (Babacar, min. 69); Chiesa, Thereau (Eysseric, min. 62), Simeone. Técnico: Stefano Pioli
Internazionale: Handanovic; João Cancelo (Candreva, min. 82), Ranocchia (Nagatomo, min 75), Skriniar, Santon; Gagliardini, Vecino; João Mário (Dalbert, min.65), Borja Valero, Perisic; Icardi. Técnico: Luciano Spalletti
Placar: 0-1, min. 55, Icardi. 1-1, min. 90+1, Simeone
ÁRBITRO: Paolo Valeri, auxiliado por Alessandro Giallatini e Giulio Dobosz. Amarelos: Veretout, Astori, Badelj (FIO); Borja Valero, Ranocchia, Icardi (INT)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 20ª rodada da Serie A Tim 2017-18, no Stadio Artemio Franchi, em Florença, Itália

Depois de perder inúmeras chances, a Fiorentina marcou já no fim e buscou empate diante da Internazionale em 1 a 1, pela 20ª rodada da Serie A. Os atacantes argentinos marcaram no Artemio Franchi: Icardi fez o da Inter, e Simeone decretou o empate para a Viola. Foi a oitava rodada em sequência do time de Florença sem perder no Italiano, enquanto o time nerazzuro não venceu os últimos cinco.

As equipes só voltam a campo em mais de duas semanas, no domingo (21). A Fiorentina, sétima colocada, com 28 pontos, viaja à Gênova para enfrentar a Sampdoria, às 12h, enquanto a Inter, 3ª colocada, com 42, joga em casa diante da Roma, às 17h45. Jogos no horário brasileiro de verão.

Times criam, mas falham nas finalizações na primeira etapa

O primeiro tempo no Artemio Franchi foi de muitas chances, mas pouca pontaria das equipes. Das 13 finalizações da etapa inicial, apenas cinco foram corretas - quatro da Inter. Apesar de um superior número de chutes - nove -, a Viola só acertou a meta de Handanovic uma vez. Foram ainda 19 bolas levantadas: 12 da Viola e sete dos visitantes. A primeira chance dos mandantes veio logo após o primeiro minuto. Em cobrança lateral de falta de Biraghi, Astori raspou e a bola bateu em Simeone, passando com muito perigo à direita do gol de Handanovic.

Apesar de ter menos posse de bola - 45% -, a Fiorentina foi mais efetiva para trabalhar as jogadas e encontrou espaços para assustar. Aos 5, em contra-ataque puxado pela esquerda, Simeone atravessou para o outro lado e Chiesa ajeitou para o pé canhoto, finalizando por cima do gol. Três minutos depois, Veretout cruzou da esquerda e Simeone desviou de cabeça o meio da área, mandando na rede por cima do gol.

Aos 13, após arrancada pela direita, Chiesa cruzou rasteira, Ranocchia escorregou e Thereau ficou livre na entrada da área, mas finalizou mal e mandou longe do gol. A primeira oportunidade nerazzurra veio aos 16. Gagliardini recebeu na entrada da área e arriscou de pé direito, porém Sportiello segurou em dois tempos.

Com alguns espaços, principalmente entre a frente do setor de defesa viola, a Internazionale teve oportunidades para trabalhar a bola, mas dificuldade para infiltrar na área rival. Aos 21, Perisic avançou pela esquerda e bateu cruzado de fora da área, mas o goleiro da Viola, atento, colocou para escanteio.

Em novo cruzamento de Chiesa da direita, aos 29, a bola passou por dois e sobrou para Thereau finalizar da entrada da área, mas mandou para fora. Dois minutos depois, a resposta da Inter. Em bola levantada por Cancelo, Perisic se livrou bem da marcação e apareceu no meio da área para cabecear, por cima do gol.

Na jogada pela esquerda pelos ex-Viola, aos 34, Valero tocou na entrada da área para Vecino, que ajeitou e arriscou de fora, mas Sportiello segurou firme. A reta final manteve o ritmo intenso da primeira etapa, mas o 0 a 0 manteve-se para o intervalo no Franchi.

Icardi mantém bom retrospecto contra Viola, mas Simeone decreta empate

O início da segunda etapa manteve o ritmo da primeira, com muitas chances e com a Fiorentina falhando na pontaria. Aos 8, depois de jogada trabalhada em longa troca de passes, Veretout abriu na direita, Chiesa arriscou de pé esquerdo e mandou forte, à direita do gol.

Quem normalmente não falha nas finalizações, especialmente contra a Fiorentina, apareceu para abrir o placar. Aos 10, em cobrança de falta de Cancelo, Icardi cabeceou forte, Sportiello salvou, mas no rebote o argentino finalizou e o goleiro, caído, não conseguiu evitar o 1 a 0 da Inter. Foi o 10º gol do atacante em 12 confrontos contra a Viola na Serie A.

A partir daí, a posse de bola, que era superior para Inter, passou a ser mais equilibrada, e a Fiorentina empilhou chances. Aos 12, em falta de longe cobrada por Biraghi, Handanovic voou no ângulo e evitou o empate. Seis minutos depois, em cruzamento de Chiesa, Skriniar desviou para trás e quase marcou contra, mas o goleiro salvou no susto.

Aos 26, em cobrança curta de escanteio, Biraghi cruzou no meio da área e Badelj desviou de cabeça, mas não o suficiente para acertar o gol, e a bola passou à direita. As opções de Stefano Pioli para tentar a igualdade foram Eysseric e Babacar, e os dois apareceram bem. Aos 29, após bola atravessada por Eysseric, Chiesa recebeu com espaço dentro da área, tirou Dalbert e bateu cruzado, à esquerda do gol.

A Inter só voltou a encaixar um contra-ataque aos 31. Perisic puxou contra-ataque pela esquerda, venceu na dividida com Laurini e cruzou na segunda trave onde Valero apareceu livre, mas cabeceou por cima da meta viola. Logo na sequência, mais uma grande chance viola. Veretout levantou no meio da área, Babacar dominou no peito e emendou de bicicleta, mas Handanovic apareceu outra vez para salvar.

A entrada de Gil Dias na vaga de Veretout só escancarou mais ainda a Fiorentina, e a Inter passou a ter mais espaços. Aos 40, após lançamento de Valero, Icardi apareceu com espaço e assistiu Candreva, que driblou o goleiro e finalizou, na rede pelo lado de fora. Já nos acréscimos, a Viola foi recompensada. Biraghi levantou para a área, Eysseric ajeitou, Simeone ficou na cara do gol e teve calma para encher o pé canhoto e empatar o jogo em Florença. O time de Florença chega a oito rodadas sem perder na Serie A - duas vitórias e seis empates -, enquanto a Internazionale chega à sétima partida sem vencer na temporada, a quinta no Italiano.