Guardiola: "Quero que o City jogue como o Barcelona de Cruyff"

O treinador espanhol esteve presente do lançamento da biografia do holandês, que faleceu em março deste ano

Guardiola: "Quero que o City jogue como o Barcelona de Cruyff"
Pep quer seu time jogando com as ideias de Cruyff (Foto: Andreu Dalma/EPA)

Johan Cruyff, uma das grandes figuras da história do futebol, faleceu há aproximadamente seis meses com 68 anos, no dia 24 de março de 2016, vítima de câncer no pulmão. O holandês foi gigante como jogador e como treinador, revolucionando o futebol exercendo as duas funções e enchendo os olhos dos apaixonados pelo esporte. Nesta semana, em Londres, foi lançada a autobiografia do eterno camisa 14.

Pep Guardiola, considerado por muitos como o melhor técnico do mundo, esteve presente no lançamento do livro. O técnico espanhol foi treinado por Cruyff no Barcelona e colocado entre os onze melhores jogadores da história pelo holandês na biografia e incluindo também três brasileiros, como Pelé e Garrincha. O onze ideal de Johan seria formado por: Lev Yashin (RUS), Carlos Alberto (BRA), Beckenbauer (ALE), Pep Guardiola (ESP), Ruud Krol (HOL), Alfredo di Stéfano (ARG), Bobby Charlton (ING), Garrincha (BRA), Maradona (ARG), Pelé (BRA) e Piet Keizer (HOL).

No evento, o técnico do Manchester City falou sobre sua chegada na Premier League e o que pode mostrar de novo na Inglaterra. Guardiola afirmou que quer implementar na sua equipe algo parecido com o que Cruyff fez no Barcelona na década de 90. Pep disse: “Eu não vim aqui para mudar o futebol Inglês, mas o Manchester City quer jogar com o estilo do Barcelona de Johan Cruyff”, declarou o espanhol ao tabloide britânico The Guardian.

A fala de Pep foi comemorada por boa parte da imprensa inglesa, que acredita em uma evolução do futebol inglês pelas mãos de Guardiola. O treinador espanhol esclareceu a situação: “Vou tentar fazer meus jogadores jogarem com o estilo e as ideias que vêm diretamente de Johan”. Concluindo, Guardiola afirmou que não está na Inglaterra para mudar nada, e sim para fazer com que o City jogue da melhor maneira possível. “Algumas pessoas dizem: 'Uau, isso é ótimo ". E outros dizem, 'Ugh, é horrível ". Mas eu não estou aqui para mudar ninguém, apenas a equipe que me contratou para isso”, finalizou.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)