Özil marca golaço no fim, Arsenal vira sobre Ludogorets e garante vaga nas oitavas

Gunners agora lutarão pela liderança do Grupo A com o PSG; Águias de Razgrad, por sua vez, irão tentar conquistar o terceiro lugar e consequentemente vaga na Liga Europa

Özil marca golaço no fim, Arsenal vira sobre Ludogorets e garante vaga nas oitavas
Foto: Dimitar Dilkoff / AFP / Getty Images
Ludogorets
2 3
Arsenal
Ludogorets: Borjan; Minev, Palomino, Moti, Natanael Pimienta; Kovachev, anicet, Cafú, Marcelinho, Wanderson; Keseru (Misidjan 80').
Arsenal: Ospina; Jenkinson, Mustafi, Koscielny, Gibbs; Coquelin, Xhaka (Elneny 87'), Ramsey (Chamberlain 75'), Özil, Sánchez (Iwobi 90'); Giroud.
Placar: 1-0, min. 12, Cafú. 2-0, min. 15, Keseru. 2-1, min. 20, Xhaka. 2-2, min. 41, Giroud. 2-3, min. 87, Özil.
ÁRBITRO: Bas Nijhuis. Amarelos: Minev 38', Coquelin 59', Xhaka 66', Jenkinson 70'.
INCIDENCIAS: partida válida pela quarta rodada do grupo a da uefa champions league, realizado no estádio nacional vasil levski, na bulgária.

Com o time da casa precisando bastante do resultado e após o jogo entre os dois válido pela rodada passada, Ludogorets e Arsenal se enfrentaram no Estádio Nacional Vasil Levski, na Bulgária, pela quarta rodada do Grupo A da Uefa Champions League. Os Gunners, porém, venceram a partida de virada, com gols de Giroud, Xhaka e Özil. Keresu e Cafú fizeram os gols dos donos da casa, completando o 3 a 2 no placar para o time londrino.

O resultado dá conforto ao Arsenal, que garantiu a vaga para as oitavas de final da UCL, tendo que lutar com o PSG apenas pela liderança da chave. O Ludogorets, por sua vez, cai para último, mas ainda com um ponto do Basel na luta pelo terceiro lugar, já não tendo chances de avançar.

Agora, os dois times focarão nos seus campeonatos nacionais, até que a data Fifa, que acontece após a rodada do fim de semana, pausará tais torneios. Os dois voltam a campo pelo certame continental no próximo dia 23, quando o Ludogorets joga contra o Basel em casa e o Arsenal recebe o Paris Saint-Germain pela quinta rodada. 

Ludogorets marca dois em dois minutos, mas Arsenal empata 

Como era de se esperar, o primeiro tempo começou com bastante movimentação, tendo os dois times se mostrando agressivos quando tinham a bola no pé em termos de tentativa na criação de jogadas. O Arsenal teve sua primeira oportunidade aos oito minutos, quando Coquelin conseguiu ganhar na corrida e tocou para Özil, mas o alemão não conseguiu aproveitar.

Aos 16 minutos, porém, o Ludogorets mostrou que não ia se defender, quando, após conseguir falta um pouco distante, abriu o placar na bola parada com Cafu, que encheu o pé para vencer Cech. Dois minutos depois, o time da casa novamente foi às redes com Keseru, que tocou para o fundo do gol no primeiro poste em toque vindo da lateral, ampliando a vantagem e dando certo conforto. 

Passados quatro minutos depois do segundo gol do jogo, Özil achou Xhaka, que estava no lugar certo no momento correto para empurrar a bola pro gol e diminuir a vantagem, dando algum espaço para o Arsenal conseguir trabalhar para conquistar o outro gol do empate. A partir daí, o jogo ganhou novos panoramas, com a agressividade sendo, em maior parte, parceira dos Gunners, enquanto que o Ludogorets teria o contra-ataque à disposição.

As tentativas inglesas prosseguiram, mas nenhuma que fosse capaz de furar a defesa dos donos da casa, bem posta até aqui. Próximo do fim da primeira etapa, porém, o time visitante chegou ao empate com Giroud, que faz a sua primeira partida como titular no ano. O francês aproveita cruzamento de Ramsey para mandar de cabeça para o gol, empatando tudo e dando novas opções para ambos os times na segunda etapa. 

Jogo muda panorama, mas Özil define no fim com golaço

Em contraste com o primeiro tempo, o segundo começou de maneira mais física, com algumas paradas para atendimentos ou com faltas mais fortes, sendo distribuídos cartões para alguns atletas e alguns entendimentos também, porém nada de oportunidade propriamente dita. Sánchez apareceu após os 15 minutos com um chute, mas acabou sendo desviado para escanteio. Na sequência, a bola acabou nas mãos do goleiro do Ludogorets, que puxou o contra-ataque rápido, porém a bola parou nas mãos de Cech do outro lado do campo. 

Dando mais fogo ao jogo, Marcelinho apareceu recebendo bela bola enfiada pela direita, tentou tirar de Cech, mas o arqueiro conseguiu fazer a defesa importante. Depois dessa acelerada de ritmo, a naturalidade do desaceleramento depois de um jogo intenso finalmente chega às pernas dos dois times por volta dos 30 da segunda etapa. 

Sem grandes chances para os dois times, os técnicos se viram obrigados a tentar novas táticas, trocando seus jogadores e alguns certos posicionamentos. Porém, de nada adiantou. Até que, próximo dos 45 minutos, Özil recebeu bola longa sozinho, conseguiu passar ela por cima do goleiro, e, antes de chutar, tirou outros dois marcadores da jogada, até que finalmente empurrou pro gol, virando o jogo para os Gunners.