Jornal inglês revela que West Ham estaria interessando em Giroud

Hammers gostariam de melhorar o seu poderio de ataque e nome do francês aparece na lista

Jornal inglês revela que West Ham estaria interessando em Giroud
Foto: David Price / Getty Images

Com o novo acordo de direitos televisivos e prêmios por temporada na Premier League, as contratações de grandes nomes ou de grandes cifras não se limitam mais a um certo grupo de clubes. Segundo o jornal inglês Sky Sports, via seu portal na internet, o West Ham estaria interessado em contratar Olivier Giroud, do Arsenal, visando aumentar o seu poderio ofensivo, um problema para a equipe na temporada passada. O atleta marcou 16 gols em 2016/2017.

O atacante francês começou jogando apenas 11 jogos pela Premier League na última época, o que poderia ser uma motivação para que ele saísse para os Hammers. Contudo, o ex-Montpellier assinou um contrato de dois anos e meio em janeiro, além de ter sido sempre comprometido fielmente com os Gunners e a Arsène Wenger, o treinador da agremiação. 

O West Ham busca trazer jogadores para melhorar o seu ataque e sabe-se que o time sonda nomes como Kelechi Iheanacho do Manchester City, Mitchy Batshuayi do Chelsea e Adama Traoré do Middlesbrough, clube rebaixado para a Championship. Além dessas vontades, o clube já contratou Pablo Zabaleta a custo zero e deve trazer mais alguns bons nomes segundo Slaven Bilic, o técnico.

Por outro lado, o Arsenal também quer contratar jogadores para o ataque, segundo a imprensa inglesa. A sensação da temporada europeia, Kylian Mbappé do Monaco é um dos nomes que figuram na lista de possíveis chegadas em Londres, assim como Alexandre Lacazzete do Lyon, atleta que já é especulado no clube vermelho do norte da capital há algumas temporadas. Isso, aliado à vontade do West Ham, poderia ocasionar na saída de Giroud.

Giroud chegou no Arsenal em 2012 depois de ter sido o artilheiro da Ligue 1 na campanha em que o Montpellier foi campeão. Manteve a consistência de gols marcados por temporada desde que aterrissou em Londres e ajudou o clube inglês a vencer três FA Cups, em 2014, 2015 e 2017.