Arsenal sai atrás, mas se supera e vira sobre o Colonia no retorno à Uefa Europa League

Mesmo com time misto, Gunners vencem a primeira partida na competição europeia; jogo foi atrasado por uma hora por conta de confusão com a torcida alemã

Arsenal sai atrás, mas se supera e vira sobre o Colonia no retorno à Uefa Europa League
Foto: ADRIAN DENNIS/AFP/Getty Images
Arsenal
3 1
Colonia
Arsenal: Ospina; Holding (kolasinac), Mertesacker, Monreal; Bellerín, Elneny, Iwobi (wilshere), Maitland-Niles; Walcott (nelson), Giroud, Sánchez. Técnico: wenger.
Colonia: Horn; Klunter (osako), Meré, Heintz, Rausch; Lehammn, Zoller (risse), Höger, Hector (jojic), bittencourt; córdoba. técnico: stoger.
Placar: 0-1, Córdoba. 1-1, Kolasinac. 2-1, Sánchez. 3-1, Bellerín.
ÁRBITRO: Javier estrada Fernández (ESP).
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira rodada da fase de grupos da eufa europa League, disputada no Emirates stadium, em Londres, Inglaterra.

Na tarde desta quinta-feira (14), o Arsenal recebeu o Colonia e ganhou por 3 a 1 na fase de grupos da Uefa Europa League. A partida foi adiada para uma hora mais tarde por conta de confusão na entrada dos torcedores, mas de fato ocorreu no Emirates Stadium. Os gols foram de Kolasinac e Sánchez para os mandantes, e Córdoba para os visitantes.

Com o resultado, os Gunners assumem a liderança do grupo H, conquistando os três pontos disputados até agora. Já o Colonia fica na lanterna, com nenhum ponto e saldo de -2.

O Arsenal voltará a a campo no próximo domingo (17), às 9h30, quando enfrentará o Chelsea pela Premier League. O Colonia jogará no mesmo dia contra o Borussia Dortmund, pela Bundesliga, às 13h.

Problemas na entrada do Emirates Stadium

Algumas horas antes do horário de início do jogo, alguns torcedores do Colonia se envolveram em confusão com policiais perto do Emirates Stadium. De acordo com a imprensa britânica, havia vários alemães tentando entrar sem ingresso.

Decidiu-se fechar o estádio por algum tempo, impedindo todas as pessoas de transitar pelo local. Pouco após o adiamento do apito inicial para uma hora mais tarde, os portões foram abertos. 

Há relatos de brigas já nas arquibancadas, mas que não duraram muito. De acordo com o jornal The Sun, cerca de 20 mil alemães estavam presentes nas ruas londrinas, mas apenas 3 mil tinham bilhete para o jogo.

Foto: Craig Mercer - CameraSport via Getty Images
Foto: Craig Mercer - CameraSport via Getty Images

Arsenal é melhor, mas Colonia abre o placar com golaço e com show da torcida

Os alemães, mesmo sendo visitantes e estando, teoricamente, em menor número, começaram o jogo fazendo muita pressão no Arsenal. Assim, o esperado era que o Colonia se aproveitasse da situação - e foi o que aconteceu.

Logo aos 10 minutos, David Ospina saiu do gol para afastar um lançamento, mas a bola sobrou para Córdoba. O atacante recebeu e chutou da intermediária, encobrindo o goleiro. Com o placar aberto, a torcida do Colonia manteve o barulho ensurdecedor, tentando impedir o Arsenal de entrar no jogo.

Foto: Richard Heathcote/Getty Images
Foto: Richard Heathcote/Getty Images

Com o passar dos minutos, no entanto, os Gunners começaram a criar oportunidades. Aos 20, Bellerín cruzou para Giroud, que cabeceou, mas sem perigo ao gol de Horn. Aos 24, Walcott recebeu na entrada da área e chutou rasteiro, para fora. 

Aos 31 minutos, Rausch cruzou para Hoger, que não alcançou. A bola sobrou para Hector dentro da área, que driblou Ospina e foi derrubado. O juiz, porém, não marcou pênalti, porque a jogada já estava parada por impedimento. A partir desse momento, o domínio das ações foi, basicamente, do Arsenal, mas o time não conseguiu chegar com muito perigo ao gol alemão.

Gunners se superam e viram a partida

O Arsenal voltou com a posse de bola, conseguindo boas chances ainda no começo da segunda etapa. Logo aos três minutos, Walcott recebeu dentro da área e tentou cruzar. A bola foi bloqueada e voltou para Kolasinac, que havia acabado de entrar no jogo. O lateral chutou forte de primeira e deixou tudo igual.

A pressão da torcida alemã ainda era grande. Mesmo assim, o time treinado por Wenger tinha uma postura totalmente diferente daquela mostrada no primeiro tempo, mantendo a bola, sem muita pressa. A intenção do Colonia era clara: se aproveitar dos contra-ataques.

Aos 15, veio a primeira boa oportunidade dos visitantes. Bittencourt correu pela lateral esquerda e, da intermediária, arriscou um chute forte, que parou nas mãos de Ospina. Pouco depois, o Arsenal teve mais um grande chance com Niles. Em boa jogada trabalhada, o inglês saiu na cara de Horn, que fez uma bela defesa e evitou o gol de virada.

Se o segundo gol não foi de Niles, foi de Sánchez. O chileno recebeu na direita, cortou para o meio e chutou colocado no ângulo. Sem chances para o arqueiro, os Gunners viraram a partida. 

Foto: Mitchell Gunn/Getty Images
Foto: Mitchell Gunn/Getty Images

Algum tempo depois, Córdoba deu belo drible no meio campo e avançou em direção ao gol, finalizando com perigo. O goleiro Ospina conseguiu defender e mandar a bola para escanteio. Em resposta, Sánchez recebeu livre na área, mas perdeu o gol na frente de Horn.

Aos 37, Walcott chutou em cima do goleiro do Colonia, e a bola voltou para Bellerín. O lateral só precisou tocar para o fundo das redes e garantir a vitória do Arsenal: 3 a 1.