Presidente do São Caetano elogia “medalhões”
Nairo Ferreira: "São jogadores badalados, mas estou tranquilo em relação a isso" (Foto: Márcio Donizete)

* Especial para a Vavel Brasil

O São Caetano vive um novo momento em 2013. A equipe vive a expectativa dos recomeços na carreira do goleiro Fábio Costa e do bom futebol de Jobson. Para o presidente Nairo Ferreira de Souza, esses jogadores têm totais condições para se recuperarem na carreira.

"São jogadores badalados, mas estou tranquilo em relação a isso. O Fábio (Costa) treinou com uma vontade impressionante, se colocou à disposição em um momento tão difícil em relação aos outros três goleiros, que não podiam jogar. O Jobson teve uma passagem ótima pelo Botafogo e depois não foi feliz nos outros clubes. Queríamos ele desde a época que atuava pelo Brasiliense, e agora aconteceu. Damos todo o suporte para eles e tenho certeza que vão se recuperar", afirmou o dirigente.

Nairo também comentou sobre Rivaldo, que estreou com a camisa do Azulão diante do Corinthians (2 a 2), no Pacaembu, em fevereiro.

"Desde 2004 tínhamos o interesse no Rivaldo. Ele sempre demonstrou vontade de vir para o São Caetano e este ano conseguimos trazê-lo.  É importante para a gente a presença dele e veio para dar um toque refinado ao meio campo do time. Nos treinamentos está nos surpreendendo muito", declarou.

O presidente também revelou como foi a negociação do pentacampeão com a seleção em 2002.

"Fiquei quase 25 dias conversando com o Rivaldo. É uma contratação trabalhada, mais diferente, não em termos financeiros, mas de conversas. Ele tinha as pendências particulares no Mogi Mirim e as férias depois que retornou de Angola, mas tivemos tranquilidade em negociar", disse.

Segundo Nairo, o salário do jogador está dentro das possibilidades que clube pode oferecer e o jogador de 40 anos não teve dificuldade em aceitar.

Os atletas tentam ajudar o São Caetano a sair da má fase, que assombra o clube desde a segunda rodada do estadual, quando não venceu mais. Após a estreia com goleada por 4 a 1 contra o Atlético Sorocaba, acumulou dois empates e nove derrotas. A equipe é o lanterna do Paulistão, com cinco pontos, na zona de rebaixamento.

VAVEL Logo