Operário morre no desabamento das obras da Arena Palestra
Obras na Arena Palestra estão paralisadas depois do acidente (Foto: Nelson Antoine / Ag. Estado)

Nesta segunda-feira (15), quatro vigas das obras da Arena Palestra desabaram e acabaram deixando uma pessoa morte e outra com ferimentos leves. As informações foram confirmadas pelo Corpo de Bombeiros.

O acidente aconteceu por volta das 11 horas da manhã de hoje (15), na área onde a nova arquibancada seria erguida sobre a estrutura da antiga – que não pode ser demolida para “classificar” a obra como reforma e não como construção de um novo estádio.

Carlos de Jesus, de 34 anos, foi o funcionário que morreu após o desabamento. Pelo menos 5 pessoas trabalhavam no local onde as vigas caíram.  A outra vitima que teve ferimentos leves foi Crispiano Santos – que só teve problemas no ombro e na região lombar.

Os operários afirmaram que o “chão tremeu” e que foi um “efeito dominó”, que depois da primeira guia, as outras também começaram a cair. Um dos funcionários afirmou que o acidente aconteceu quando alguns operários ouviam uma palestra sobre segurança do trabalho.

A empresa responsável pela obra – WTorre – emitiu uma nota no começo da tarde, explicando o ocorrido.

"A WTorre Engenharia e Construção S/A lamenta informar que na manhã desta segunda-feira um acidente nas instalações da Nova Arena Palmeiras causou a morte de um operário vinculado a uma das empresas prestadoras de serviço no empreendimento. Na oportunidade, um outro trabalhador teve escoriações leves e está sob cuidados médicos. A WTorre Engenharia e Construção S/A já colocou à disposição dos familiares das vítimas todo a assistência necessária. As causas do acidente estão sob investigação, e ainda não é possível apontar os motivos da ocorrência. Tão logo tenha informações mais detalhadas sobre o fato, a WTorre Engenharia e Construção S/A vai torná-las disponíveis à opinião pública".

Segundo o delegado Marco Aurélio Batista, do 23º DP (Perdizes), será aberto um inquérito para apurar a morte do operário.  O delegado disse ainda que vai ouvir os funcionários da obra do estádio do Palmeiras. No local seriam construídos quatro camarotes. Antes do acidente,  a WTorre e o Palmeiras não tinham data para inauguração. Depois do acidente a obra foi paralisada pela Defesa Civil. 

VAVEL Logo