Grêmio joga bem e estreia no Brasileirão com vitória sobre o Naútico
Grêmio e Naútico se enfrentaram na tarde fria deste domingo (26), em Caxias do Sul, campo da equipe apra a rodada de estreia no Campeonato Brasileiro após punição em decorrência da confusão na última rodada da competição no ano passado. A partida marcou o reencontro dos gremistas com o ex-técnico Silas, que viu sua equipe ser dominada pelo time gaúcho. Com gols de Zé Roberto e Elano, o tricolor mostrou em campo a recuperação da união e do seu futebol.
 
A primeira chegada perigosa ao gol foi da equipe visitante, aos 3. Já do Grêmio foi aos 8, com Zé Roberto em cobrança de escanteio. Logo após a primeira tentativa, a equipe tricolor se soltou em campo, Souza e Elano apoiaram bastante no ataque enquanto Fernando ficava na marcação. Como ocorreu nos últimos jogos, os erros de passe prejudicaram o êxito nas jogadas. Em uma das poucas vezes que as tabelas saíram como o planejado, o centroavante Barcos obrigou o goleiro Felipe a fazer um milagre; mas logo depois, o defensor deu rebote em chute de Souza e a bola sobrou para Zé Roberto mandar para o fundo das redes, 1x0. Após abrir o placar, o time perdeu mais duas oportunidades de gol com Bressan e Vargas.
 
Atrás do placar, o Naútico fechou-se em campo e assustou apenas com chutes de fora da área. O domínio do jogo ficou por conta do Grêmio que, mais tranquilo após abrir o marcador, tocava a bola da intermediária em busca do segundo gol. E assim foi até o fim do primeiro tempo.
Na volta do intervalo, as duas equipes retornaram a campo sem alterações.
 
O segundo tempo iniciou com ambas equipes comentando muitas faltas - foram quatro em apenas três minutos, mas nenhum cartão foi aplicado. Ao contrário de antes, o Naútico tentou ser mais ofensivo e tentou pressionar o Grêmio durante uma parte do começo da segunda etapa. Rogério, o responsável pelas cobranças de falta da equipe visitante, não aproveitou as chances de gol. Grande parte de suas cobranças pararam na arquibancada.
 
Barcos achou Vargas, que chutou para o fundo das redes mas o gol foi anulado por impedimento do atacante chileno. A torcida gremista em Caxias fez o tricolor acordar em campo, que cresceu e passou a pressionar o Naútico em seu campo de defesa. Os laterais Pará e Alex Telles apoiaram bastante pelos lados abusando dos cruzamentos, preocupando a zaga adversária, tendo como único meio de salvação mandar a bola para o escanteio.
 
De tanto pressionar em busca do segundo gol, ele saiu. Em cruzamento do lado direito do campo, Elano, livre na área, fez de cabeça, 2 a 0. Logo após ampliar o marcador, o meia foi substituído e saiu ovacionado de campo para a entrada do jovem Biteco; em poucos minutos em campo, a promessa da base tocou para Barcos girar e chutar a gol, que por pouco não marcou o terceiro para o Grêmio.
 
As substituições realizadas pelo técnico Silas não surtiram efeito para o Naútico. O lance mais perigoso da equipe na segunda etapa foi uma cabeçada de Adeílson para a defesa de Dida. Enquanto isso, o técnico Luxemburgou sacou sua dupla de ataque e a equipe chutou muito de fora da área, esperando o apito final.
 
Na próxima rodada do Brasileirão, o Naútico receberá o Vitória, nos Aflitos, na quarta-feira (29); já o Grêmio enfrentará o Santos, sábado (1), na Vila Belmiro.
VAVEL Logo