Hotel-concentração é inaugurado no CT do Náutico
A cerimônia de inauguração realizou-se na sexta-feira, dia 20 (Foto: Wellington Araújo / Rádio Jornal / JC News)

Conhecido por ser um dos melhores centros de treinamento do Norte-Nordeste em termos de estrutura, o CT Wilson Campos, cujo proprietário é o Clube Náutico Capibaribe, passou por uma etapa bastante marcante para os seus 14 anos de história. Neste final de semana, ocorreu a inauguração do hotel-concentração que contará com 22 apartamentos duplos. É nele onde ficarão alojados os atletas do futebol profissional e das categorias de base do clube.

Na cerimônia de inauguração estiveram presentes diversas autoridades, como Paulo Wanderley (presidente em exercício do Náutico), Gláuber Vasconcelos (presidente do Náutico no biênio 2014-2015), Berillo Júnior (presidente do Conselho Deliberativo do clube) e Evandro Carvalho (presidente da Federação Pernambucana de Futebol). Também marcaram presença a imprensa local e alguns ex-jogadores do Timbu, como Salomão e Gena, que marcaram época na década de 60, quando o Alvirrubro foi vice-campeão da Taça Brasil e conquistou o Campeonato Pernambucano 6 vezes consecutivas.

"É mais um legado que a atual diretoria deixa e as futuras administrações poderão desfrutar. A princípio, o hotel será usado pelo futebol profissional do Náutico, mas nada impede que outras delegações que venham jogar no Recife o utilizem. Pode ser também uma fonte de renda para o clube", afirmou Paulo Wanderley.

Por sua vez, Gláuber Vasconcelos, futuro mandatário timbu, lembrou: "Esse hotel está aqui graças a trabalhos antigos. É ótimo ter mais um equipamento à disposição. Vamos colocar pessoas profissionais para realizar um trabalho de qualidade nele. O hotel não pode nos dar prejuízo"

Cerca de R$ 7 milhões foram investidos na construção do hotel, o qual ainda conta com um auditório para 56 pessoas, cozinha industrial, refeitório, salão de jogos, academia e vestiário. Cada setor recebeu o nome de alguma personalidade do clube, por exemplo: Kuki, maior ídolo recente do Náutico, deu nome à academia, enquanto a rouparia recebeu o nome de Araponga, roupeiro do clube há mais de 4 décadas. Odebrecht, empresa responsável pela construção da Arena Pernambuco, estádio onde o Náutico manda seus jogos atualmente, também participou das atividades de construção.

Além do hotel inaugurado, o CNC também recebeu o Certificado de Clube Formador. Vindo das mãos do presidente da FPF, o certificado garante que atletas entre 14 e 16 anos de idade só possam sair do clube se o mesmo for indenizado. Também autoriza que eles assinem contrato com os clubes a partir dos 16 anos, passando a ter prioridade na renovação.

VAVEL Logo