Portuguesa 2013: um fim de ano melancólico
(Arte: Marcello Neves/Vavelcom)

O começo do ano da Portuguesa foi uma mistura de alegria e tristeza, isso porque o time conseguiu se manter na Série A do Brasileiro, mas havia sido rebaixada no Paulistão e precisaria disputar a Série A-2 no estadual. Os dirigentes sabiam que seriam precisos “dois times”, um para jogar a segundona do Paulista e outro com mais recursos para evitar a queda no Brasileirão.

Título da A-2, mas vaias da torcida

Pela A2, Comercial massacra Portuguesa e rouba a liderança do grupo

Depois de terminar a primeira fase na segunda posição, atrás apenas do Audax-SP, a Lusa caiu em um grupo que tinha Comercial de Ribeirão, Capivariano e Catanduvense. Com cinco vitórias em seis jogos, o time sofreu uma única derrota, justamente para o Comercial, e por 7 a 0, colocando a torcida em rota de colisão com a equipe e principalmente com a diretoria. Na mesma época, o time, já sem o treinador Péricles Chamusca, acabou eliminado no Canindé, na primeira fase da Copa do Brasil, pelo modesto Naviraiense-MS, depois de dois empates, 0 a 0 em Naviraí-MS e 1 a 1 no Canindé.

Portuguesa foi humilhada pelo Comercial na A-2 (Foto: Reprodução/Photopress)

A equipe ainda se recuperou e venceu a Série A-2, passando pelo Rio Claro na final, depois de uma vitória por 2 a 1 no jogo de ida, e uma derrota por 1 a 0 na segunda partida.

Começo de Brasileirão nada animador

Com muitos empates, a Lusa não conseguia bons resultados e já era apontada por muitos como candidata ao rebaixamento na Série A. Com resultados pouco empolgantes, o time chegou a ocupar a última posição na tabela.

Guto Ferreira assume e tira time do Z-4

Lusa encara Ponte Preta visando sair do Z-4

Depois de estar na lanterna, a Portuguesa demitiu Coronel Pimenta e contratou Guto Ferreira, que havia treinado a Ponte Preta no Paulistão. O resultado foi o melhor possível, o time mudou seu estilo de jogo e conseguiu abandonar o Z-4, e teve resultados convincentes contra os adversários diretos contra o rebaixamento.

Guto Ferreira assumiu e arrumou o time da Lusa no Brasileirão, porém, mais tarde, o esforço seria em vão (Foto: Reprodução/Sergio Gandolphi)

Antes do esperado

Mesmo com o time melhorando seu desempenho, o time chegou nas últimas rodadas ainda ameaçado pelo rebaixamento, e se livrou do risco na penúltima rodada, depois de vitória diante da Ponte Preta, por 2 a 0. Na última rodada, o time enfrentou o Grêmio e empatou em 0 a 0 - e este jogo mudaria todo o rumo do ano lusitano.

STJD rebaixa a Lusa e “salva" o Fluminense

Na partida com o Grêmio, o meia Héverton entrou em campo aos 37 minutos do segundo tempo e pode ter colocado o ano lusitano a “perder”, isso porque segundo o STJD ele teria que cumprir dois jogos de suspensão e teria cumprido apenas um, estão suspenso para enfrentar a equipe gaúcha. No primeiro julgamento, a Lusa foi considerada culpada e perdeu 4 pontos, sendo rebaixada para a Série B. A decisão chamou atenção de todos e gerou até protestos dos torcedores do “grandes" de São Paulo na Avenida Paulista. Depois do segundo julgamento, ficou decidida a permanência da punição e o time do Canindé irá disputar a segunda divisão do Brasileirão em 2014.

Melhor jogo: Portuguesa 2 x 1 São Paulo

A melhor atuação da Portuguesa no Campeonato Brasileiro 2013. Vitória na raça contra o São Paulo que manteve a equipe motivada para fugir do rebaixamento para a Série B.

Pior jogo: Comercial 7 x 0 Portuguesa

Nem os jogadores, ou a comissão técnica ou a torcida conseguem explicar a partida. Uma goleada categórica para o Comercial, simplesmente 7 a 0, em um jogo para se esquecer. O jogo marcou a demissão do técnico Péricles Chamusca.

Os melhores de 2013

Gilberto: Artilheiro e principal jogador da Portuguesa no ano. Gilberto chamou atenção pela sua sequencia de gols no Campeonato Brasileiro e já é visto de perto por grandes times do Brasil.

Luis Ricardo: A lateral direita ganhou um toque ofensivo desde a entrada de Luis Ricardo no time. Além da segurança na defesa, o camisa 2 aventurou-se no ataque e até balançou as redes no Brasileirão.

Lauro: Paredão lusitano. Herói em muitos jogos, foi salvador em muitas vitórias ao fazer defesas incríveis que garantiram os três pontos. Entretanto, seu gol de cabeça, contra o Flamengo, no último minuto, chamou atenção de todos. Será eternamente lembrado.

Os piores de 2013

Hevérton: As atuações dentro das quatro linhas não comprometeram, porém, sua entrada irregular na última rodada, contra o Grêmio, fizeram de Héverton o vilão no rebaixamento da Portuguesa.

Moisés Moura: O principal zagueiro da equipe lusitana encerrou o ano em baixa. Apesar do razoável primeiro turno, suas falhas consecutivas na fase final da competição fizeram com que o defensor caísse em desgraça com a torcida.

Cañete: Recém chegado do São Paulo, Cañete tinha a responsabilidade de ser o principal jogador da equipe. Porém, sua sequência de péssimas atuações o fizeram amargurar o banco de reservas por boa parte da competição.

Planejamento 2014

Com a indefinição do STJD, a Portuguesa ainda está parada com as negociações, já que como declarou o técnico Guto Ferreira, “Não tem como contratar sem saber que divisão vamos jogar”. E o planejamento de 2014 vai começar em 2014, já que o time teve a decisão da punição e da perda dos pontos no dia 27 de dezembro.

VAVEL Logo