Salgueiro e Santa Cruz empatam pelo Campeonato Pernambucano

No Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro, o Caracará recebeu a Cobra Coral em jogo válido pela 4º rodada do Hexagonal Final do Campeonato Pernambucano 2014. Em um duelo muito parelho, Salgueiro e Santa Cruz empataram em 1 a 1, com gols de Aylton Alemão para o time da casa, e Nininho para o tricolor.

Com o resultado de igualdade, o Santa Cruz chegou a 5 pontos e perdeu a vice-liderança para o Náutico, que goleou o Porto na Arena Pernambuco. Já o Salgueiro, com os mesmos 5 pontos ganhos, está na quarta colocação, uma posição atrás da Cobra Coral.

Pressão total do Salgueiro na primeira etapa

O duelo começou com caráter de respeito de ambas as equipes. Porém, o Salgueiro não quis saber de ser um bom anfitrião e teve a primeira chance clara do jogo. Aos nove minutos, Anderson Paraíba tabelou com Fabrício Ceará, mas o chute não saiu com a força necessária e o goleiro Tiago Cardoso defendeu. A resposta tricolor veio dois minutos depois. Aos 11, Luciano Sorriso trocou passes com Léo Gamalho e chutou forte, a bola saiu sem direção, à direita da meta do arqueiro Luciano. Em contrapartida, o Caracará continuou agredindo sem medo de ser feliz.

No lance seguinte, Kanu aproveitou um rebote da zaga do Santa Cruz e por muito pouco não inaugurou o placar. E a pressão do Salgueiro continuava; Aos 13 minutos, Marcos Tamandaré mandou uma bomba, obrigando o goleiro Coral a fazer grande intervenção. O time tricolor parecia atordoado, e Renan Fonseca quase marcou um gol contra aos 24 minutos da etapa inicial. Aos 28, Fabrício Ceará por pouco não abriu o placar, o zagueiro Ewerton Senna salvou o Santa Cruz por hora. O tricolor respondeu no minuto seguinte. Em um contra-ataque muito bem armado, Carlos Alberto recebeu passe de Luciano Sorriso, bateu e a pelota saiu tirando tinta da trave do Caracará.

Mesmo atacando, a equipe tricolor não conseguia segurar a forte pressão do Salgueiro que, insistentemente buscava abrir o placar. Victor Caicó assustou a defesa do Santa Cruz aos 31, mas, o chute saiu acima da meta Coral. De tanto pressionar, o time da casa chegou ao tento inaugural do jogo. Anderson Paraíba cobrou escanteio e o zagueiro Aylton Alemão ganhou a disputa com Memo e mandou a bola para as redes, marcando o primeiro gol da partida, aos 42 minutos do primeiro tempo. Depois de abrir o placar, o Salgueiro se recuou um pouco esperando o final da primeira etapa.

Santa Cruz arranca empate no segundo tempo

Na última metade do jogo, o Santa Cruz voltou disposto a mudar o panorama da partida. Aos 3 minutos do segundo tempo, Léo Gamalho recebeu cruzamento de Carlos Alberto e mandou perto do gol do Carcará. Três minutos depois, o mesmo Léo Gamalho cabeceou e obrigou Luciano a fazer boa defesa. Agora quem estava sendo pressionado era o Salgueiro, que buscava fugir da forte pressão tricolor. Aos 10 minutos, Panda chutou de longe e levou perigo. Aos 19, Everton Sena perdeu um gol inexplicável. De frente para o goleiro Luciano, o zagueiro bateu por cima. Aos 35, Léo Gamalho chutou de longe e assustou a defesa salgueirense.

O esforço do Santa Cruz foi recompensado aos 38 da segunda etapa. Pingo fez boa jogada e passou para o lateral Nininho, que deixou tudo igual no placar. Aos 42, Léo Gamaho teve a chance da virada mas chutou fraco, nas mãos de Luciano. O Salgueiro respondeu aos 44, com o lateral Sidny no último lance de perigo da peleja. Sendo assim. em um jogo de dois tempos distintos, Salgueiro e Santa Cruz empataram no Estádio Cornélio de Barros.

VAVEL Logo