São Paulo vence Atlético-MG e se aproxima dos líderes antes da parada para a Copa
Jogadores são paulinos comemoram gol na vitória sobre o Atlético-MG (Foto: Rubens Chiri/São Paulo)

Neste sábado (31), São Paulo e Atlético-MG se enfrentaram no estádio do Morumbi, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, a última antes da parada para a Copa do mundo. O Tricolor conseguiu a vitória por 2 a 1, com gols de Luis Fabiano e Pabón, enquanto Josué marcou o gol do time mineiro.

Com a vitória, o Tricolor subiu para a vice-liderança, com 16 pontos, e aguarda o encerramento da rodada, buscando permanecer entre os primeiros colocados da competição. Já o Galo permanece com 14 pontos, momentaneamente na sétima posição.

Com a parada para a Copa do Mundo, o time do São Paulo volta a campo pelo campeonato nacional apenas no dia 16 de julho, quando enfrenta o Bahia fora de casa. O Atlético-MG jogará apenas na rodada seguinte pelo certame, pois no mesmo dia 16 de julho começa a decidir a Recopa Sul-Americana contra o Lanús. Durante o intervalo das competições São Paulo e Atlético-MG realizarão excursões pelo exterior, nos Estados Unidos e na China, respectivamente. 

São Paulo é mais eficiente e sai com a vantagem na primeira etapa

Logo nos primeiros minutos de jogo, São Paulo e Atlético mostraram para a torcida que o primeiro tempo de jogo seria movimentado. Com menos de um minuto de bola rolando o Galo conquistou seu primeiro escanteio, mas na cobrança não levou perigo ao gol de Rogério Ceni. Na resposta, o São Paulo chegava com perigo pelo lado esquerdo com Osvaldo, sempre acompanhado de perto por Leonardo Silva.

Aos 10 minutos, em mais uma descida pelo lado esquerdo de ataque, Osvaldo se livrou da marcação e cruzou na medida para Luis Fabiano cabecear firme, sem chances de defesa para o goleiro Giovanni. O gol não diminuiu o ímpeto do time Tricolor, que seguiu pressionando em busca do segundo gol, e em dois lances seguidos o meio campista Maicon, finalizou de fora da área, assutando a torcida atleticana.

A primeira chegada com perigo do time mineiro aconteceu apenas aos 19 minutos, em boa troca de passes com Diego Tardelli, Marion arriscou da entrada da área, obrigando Rogério Ceni a fazer boa defesa. No contra ataque mais um arremate de longa distância, desta vez de Souza, a bola passou à esquerda do gol, sem levar perigo à meta de Giovanni.

Em desvantagem no placar, o Galo passou a buscar mais o ataque, e criou sua melhor oportunidade para empatar a partida aos 28 minutos, quando a zaga são paulina falhou e o volante Pierre apareceu livre na área para finalizar, mas Rogério Ceni com os pés fez grande defesa para manter o Tricolor na frente.

O Atlético-MG ainda teve outra boa chance para marcar aos 32 minutos, após lançamento para o campo de ataque, Rogério Ceni saiu da meta e furou a chute, a bola sobrou para Diego Tardelli, próximo à bandeirinha de escanteio, o atacante arrematou para o gol, mas Douglas conseguiu evitar que a bola chegasse às redes.

Nos minutos finais da primeira etapa, o São Paulo não conseguiu voltar a levar perigo à meta de Giovanni, e o ataque atleticano seguiu pressionando a defesa Tricolor, mas sem assustar novamente o arqueiro Rogério Ceni.

Atlético chega ao empate, mas Pabón garante a vitória ao São Paulo

Na volta para o segundo tempo, as equipes demonstravam mais cuidado ao sair para o ataque, buscando manter a posse de bola. Em vantagem no placar, o São Paulo esperava o Atlético-MG em seu campo, buscando os contra-ataques com Osvaldo.

A primeira boa jogada de ataque no segundo tempo aconteceu apenas aos nove minutos, quando Luis Fabiano foi lançado dentro da área adversária, mas o goleiro Giovanni saiu bem do gol para travar a finalização do atacante são paulino. Poucos minutos depois, em erro do zagueiro Edcarlos na saída de bola, Douglas roubou a bola e chutou da entrada da área, a bola passou à direita do gol.

Sem conseguir levar perigo ao gol de Rogério Ceni, o Atlético-MG começou a arriscar de longe. O meio campista Dátolo com a bola dominada percebeu o arqueiro são paulino adiantado e arriscou do meio de campo, a bola passou por cima do gol, assustando a torcida Tricolor. Na metade da segunda etapa o ritmo de jogo caiu, com as equipes demonstrando algum cansaço. Com isso, os times passaram a arriscar nos lançamentos longos, mas os atacantes pouco tocavam na bola, facilitando o trabalho dos defensores de ambas as equipes.

Aos 25 minutos, após boa troca de passes do ataque Tricolor, Douglas apareceu bem no ataque novamente, o lateral recebeu bom passe de Luis Fabiano e chutou forte na saída do goleiro atleticano, mas a bola acertou a rede pelo lado de fora do gol. O São Paulo seguia levando mais perigo, e após boa jogada de Osvaldo na ponta esquerda do ataque, PH Ganso bateu de perna direita assustando o goleiro Giovanni.

Apenas aos 32 minutos o Atlético voltou a  assustar o time do Morumbi, em cobrança de falta da entrada da área, Dátolo acertou a trave direita de Rogério Ceni. O lance acendeu a equipe atleticana, e no lance seguinte após chute cruzado de Neto Berola, o volante Josué, sozinho dentro da área, escorou para o gol, empatando a partida.

Após o gol, o time atleticano voltou a ameaçar em algumas descidas de Diego Tardelli e Neto Berola, mas os erros de passe minavam as tentativas do gol da virada. Nos minutos seguintes, o jogo voltou a ficar morno, com as equipes errando muitos passes no meio de campo e os atacantes sendo pegos em constantes impedimentos.

Quando o resultado parecia definido, surgiu a última oportunidade para o time do São Paulo, em falta sofrida por PH Ganso aos 44 minutos. Na cobrança, o atacante colombiano Pabón bateu forte e contou com a falha do goleiro Giovanni, que viu a bola passar entre suas mãos. 2 a 1 para o Tricolor. Nos poucos minutos restantes, o Atlético-MG pouco pode fazer para evitar a derrota.

VAVEL Logo