Comissão técnica define neste sábado se Marcos Rocha poderá atuar na final ante Caldense
Marcos Rocha em treino desta sexta. (Foto: Divulgação/ Atlético-MG)

Neste domingo (03), o Atlético-MG encara a Caldense na decisão do Campeonato Mineiro, que acontecerá em Varginha. O técnico Levir Culpi ainda não poderá contar com a certeza de retorno ao elenco do lateral Marcos Rocha, que ainda sente dores no tornozelo após a lesão sofrida na partida contra o Cruzeiro. Mesmo sentindo um incômodo, o jogador diz que poderá estar entre os relacionados para a final e o técnico reforça a possibilidade de o jogador atuar na partida.

Treinando na última quinta-feira (31), Marcos Rocha declarou que ainda sente incômodo. A lesão ocorreu por uma dura entrada de William, do Cruzeiro, no primeiro jogo da semifinal do Mineiro:

"Não estou me poupando, estou trabalhando em dois períodos para voltar o mais rápido possível. Ainda estou sentindo um pouco de dor. Tornozelo é difícil. Espero estar sem dores até sexta. Não sei se o Levir pretende contar comigo, mas me coloco à d isposição para jogar no domingo", disse o jogador.

O lateral direito também disse que está pensando na partida contra o Internacional, na próxima quarta-feira (06), em partida válida pela Copa Libertadores da América, e que por isso pode pediria à comissão técnica que não disputasse a finalíssima. A resposta de Marcos Rocha virá neste sábado: "O Marcos treinou firme ontem e hoje (01). Não dá para dar a resposta agora, mas aparentemente terá condições de jogo", disse o técnico Levir Culpi, em coletiva na noite desta sexta.

Enquanto isso, o jogador continua a sua recuperação, e se não entrar, apoiará a equipe.

"O Levir tem que contar com quem estiver 100%. Ele me deu a oportunidade de dar o aval até sábado. Claro que estou há três anos na equipe, o elenco conta com isso, com essa experiência. Se estiver no banco, vou torcer para o Patric ou Carlos César. O importante é ser campeão", finalizou.

VAVEL Logo