Guia VAVEL da Libertadores: Cruzeiro x São Paulo
Guia VAVEL da Libertadores: Cruzeiro x São Paulo

A segunda fase da Copa Libertadores da América se aproxima e com ela chegam vários confrontos equilibrados, como entre Cruzeiro e São Paulo, duelo interessante entre duas equipes que tiveram alguns altos e baixos no começo do ano e esperam chegar bem na competição mais importante da América do Sul.

Os duelos ocorrerão nos dias 6 e 13 de maio, no estádios Morumbi e Mineirão, respectivamente. Na primeira fase, a Raposa terminou em primeiro no grupo 3, enquanto os paulistas terminaram em segundo no grupo 2.

Histórico dos confrontos

Cruzeiro e São Paulo já são rivais de longa data. Vários jogos marcantes já marcarão o duelo, como o memorável 4 a 2 Celeste em pleno Morumbi em 2003, quando Deivid marcou três vezes. Vale lembrar que 2003 foi primeiro ano dos pontos corridos no Brasileirão, onde sagrou o próprio Cruzeiro como o primeiro campeão no novo formato.

O primeiro confronto entre as duas equipes na história ocorreu no dia 30 de abril de 1967 pelo torneio Roberto Gomes Pedrosa. E no primeiro jogo entre as duas equipes deu São Paulo, que venceu por 2 a 0.

Ao todo, 69 partidas já foram realizadas por mineiros e paulistas. A vantagem do tricolor é imensa: São 32 vitórias do São Paulo contra 16 do Cruzeiro, além de 21 empates. Pela Libertadores foram quatro jogos, sendo duas vitórias paulistas e duas vitórias celestes. Equilíbrio na competição sul-americana.

No último jogo entre as duas equipes, que aconteceu pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014, o Sâo Paulo levou a melhor sobre o atual bi-campeão brasileiro, vencendo por 2 a 0, com gols de Rogério Ceni e Alan Kardec.

Campanha do Cruzeiro na Libertadores 2015

Tendo a vantagem de decidir em casa, o Cruzeiro começou mal a Libertadores, mas terminou a primeira fase da competição sendo o primeiro do seu grupo, que contava Universitario Sucre, Huracán e Mineros de Guayana. Em seis jogos, foram três vitórias, dois empates e uma derrota, marcando oito gols e sofrendo apenas três.

Data do confronto Times em disputa e resultado Rodada
25/02/2015 Universitário Sucre 0 x 0 Cruzeiro
03/03/2015 Cruzeiro 0 x 0 Huracan
19/03/2015 Mineros de Guayana 0 x 2 Cruzeiro
08/04/2015 Cruzeiro 3 x 0 Mineros de Guayana
14/04/2015 Huracan 3 x 1 Cruzeiro
21/04/2015 Cruzeiro 2 x 0 Universitário Sucre

A classificação celeste foi sofrida, mesmo com a equipe passando em primeiro. Na última rodada, a equipe venceu para o Umiversitário Sucre, mas caso tivesse empatado ou perdido e o Huracan tivesse vencido o Mineros de Guayana, a equipe mineira estaria fora.

Campanha do São Paulo na Libertadores 2015

Por estar em um grupo considerado "da morte", o São Paulo não teria vida fácil, ainda mais por ter ao seu lado o Corinthians, um dos grandes rivais, San Lorenzo, atual campeão da competição, e o Danúbio, que complicou um pouco a vida tricolor no jogo do Uruguai, mas acabou sendo o saco de pancadas do grupo. Os paulistas somaram 12 pontos e terminaram na segunda colocação. Foram quatro vitórias e duas derrotas, marcando nove gols e sofrendo quatro.

Data do confronto Times em disputa e resultado Rodada
18/02/2015 Corinthians 2 x 0 São Paulo
25/02/2015 São Paulo 4 x 0 Danúbio
18/03/2015 São Paulo 1 x 0 San Lorenzo
01/04/2015 San Lorenzo 1 x 0 São Paulo
15/04/2015 Danúbio 1 x 2 São Paulo
22/04/2015 São Paulo 2 x 0 Corinthians

A classificação tricolor para a segunda fase também foi complicada e decidida na última rodada. Os paulistas precisavam vencer o rival Corinthians ou empatar e torcer para que o San Lorenzo não fizesse mais de quatro gols no Danúbio. Sem querer depender dos outros, o São Paulo venceu o Corinthians por 2 a 0 e se classificou.

Destaque das equipes

Leandro Damião

Leandro Damião é o típico camisa 9 que muitos times brasileiros gostariam de ter, mas o atacante não estava rendendo tudo que podia no Santos, então acabou sendo contratado pelo atual bi-campeão brasileiro para substituir Marcelo Moreno.

Damião parece voltar a estar apresentando o bom futebol que apresentou no Internacional, primeiro clube de sua carreira e onde foi campeão da Libertadores. O centroavante é o artilheiro da equipe celeste na competição e deverá ser importante no duelo.

Michel Bastos

Ele chegou com um pouco de desconfiança da torcida, mas se tornou um jogador muito importante para o São Paulo, principalmente por ter um ótimo arremate e um bom passe. Michel Bastos já foi às redes cinco vezes na temporada, sendo duas delas na Libertadores, e vem mostrando ser imprescindível no esquema não só de Milton Cruz, como vinha sendo no de Muricy Ramalho.

O meia-atacante, que já obtêm passagens pela Seleção Brasileira, é um jogador para ficar de olho. Chute bem forte e venenoso, boa visão de jogo e velocidade pelas laterais. O Cruzeiro tem que estar atento à Michel Bastos.

Técnicos

Marcelo Oliveira

Após a chegada de Marcelo Oliveira, destaque com o Coritiba, o Cruzeiro voltou a virar uma das grandes forças do futebol brasileiro, sendo, provavelmente, o time a ser batido no Brasil. Dois títulos brasileiros foram importantes, mas o técnico celeste ainda busca o tão sonhado título da Libertadores, já que é o mais importante para todo o técnico que treina um time sul-americano.

Milton Cruz

O São Paulo terá que ir de técnico interino para o confronto, mas isso não é exatamente um problema, já que Milton Cruz conhece o elenco tricolor com a palma da sua mão. Ele parece ter dado certo no comando do clube paulista e será importante nas táticas para parar os comandados de Marcelo Oliveira.

VAVEL Logo