Time alternativo do Santos toma gol no fim do Maringá e força jogo da volta
Foto: Divulgação/ Maringá FC

Nesta quarta-feira (06), Maringá e Santos se enfrentaram no Estádio Regional Willie Davids, em na cidade de Maringá, em partida válida pela segunda fase da Copa do Brasil. Com o empate por 2 a 2, as duas equipes voltam a se enfrentar pela competição na Vila Belmiro na próxima semana, na quinta-feira (14), às 19h30min.

Depois de enfrentar o Madureira, na primeira fase da competição, os maringaenses encararam o Santos e forçaram o jogo de volta fora de casa. O peixe, por outro lado, vinha embalado pela conquista do Campeonato Paulista no último final de semana, contra o Palmeiras.

Em casa, o Maringá construiu um resultado sólido e garantiu na primeira partida uma vitória por 2 a 0, podendo até perder para ficar com a vaga. Os gols da Zebra Guerreira foram marcados por Gabriel Barcos e Rhuan. Já o Santos, encarou o Londrina, e venceu por um placar simples.

Antes do jogo de volta, o peixe enfrentará o Avaí, no próximo domingo (10), às 18h30min, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. O Maringá, por outro lado, apenas terá alguns dias a mais para trabalhar a equipe para enfrentar o peixe. 

Com o primeiro tempo equilibrado, Santos sai na frente

A bola rolava e havia muita expectativa em torno do jogo. O Maringá, comandado por Claudemir Sturion, estava motivado para derrotar o campeão paulista e surpreender na competição, enquanto que o Santos tinha em campo seus reservas querendo mostrar serviço visando o início do Campeonato Brasileiro no próximo final de semana.

Os donos da casa começaram melhor a partida, pressionando muito os adversários nos minutos iniciais e buscando abrir o placar rapidamente para melhorar a situação da equipe na partida. Tanto que, o primeiro time a abrir o placar foi o Maringá, aos 2 minutos. Porém, o gol foi anulado devido a irregularidade na posição de seu jogador.

Entretanto, com pouco tempo de jogo, o peixe conseguiu alcançar o ritmo do adversário e impondo equilíbrio na partida. Aos 5', Elano arriscou de longe e Ednaldo espalmou pra escanteio.

O alvinegro tinha dificuldades para manter a bola no ataque, com isso originava, às vezes, alguns contra-ataques para o Maringá. Porém, o time era efetivo quando conseguia completar suas jogadas, e comprovou isso aos 24', quando Cicinho cruzou da direita para Elano completar de cabeça, e abrir o placar.

A partida era equilibrada mesmo após o gol. Aos 30', Barcos chutou forte e a bola desviou em Gustavo Hernique que mudou o rumo da bola e acabou complicando tudo, mas a trave o salvou. O Maringá crescia no jogo, e se encontrava em seu melhor momento, aos 37', Rodrigo Dantas invadiu a área mas demorou e Vladimir foi buscar nos pés do jogador.

Com segundo tempo movimentado, Maringá alcança o empate no Willie Davids

Após retornarem do intervalo, o peixe deu uma acordada para a partida e com menos de um minuto de jogo, Gabriel roubou a bola na saída do adversário e chutou forte para Ednaldo fazer uma defesa milagrosa para o Maringá. A equipe, além da chance de gol, tinha mais posse de bola e mais tranquilidade para seguir na partida.

Logo, com maior movimentação da equipe e posse de bola, o bom começo foi recompensado. Aos 54 minutos, quando Lucas Crispim cruzou da direita, o zagueiro tirou mal e a bola sobrou pra Marquinhos Gabriel ampliar o placar. A vantagem de 2 a 0, até aquele momento eliminaria o jogo de volta.

Mas o que o Santos não contava era com uma reação tão forte do time paranaense. Aumentando a qualidade do jogo, e se ainda quisesse jogar esse ano, o Maringá tinha que partir para o ataque, mas de forma organizada. O jogo, até o momento era do peixe, e a eliminação era quase certa.

Mas foi quando, aos 81', tudo parecia vivo novamente. Pelo time da casa, Alex Santos cobrou uma falta e Vladimir deixou escapar. Assim, o zagueiro Fabiano aproveitou o rebote pra diminuir o marcador. O jogo voltou a ascender e o Maringá reagiu.

Nos últimos minutos, o empate quase ocorreu em um lance polêmico onde houve um gol anulado. O alvinegro respondeu logo em seguida em uma cabeçada de Gabriel. Porém, Ednaldo defendeu novamente e no finalzinho do segundo tempo, quando o time da casa teve uma oportunidade, Rodrigo Dantas recebeu cruzamento da direita e deixou tudo igual.

VAVEL Logo