Doriva lamenta gols perdidos e diz que prejuízo é grande: “É difícil”
Foto: Érico Leonan/São Paulo

O São Paulo perdeu a primeira partida da semifinal da Copa do Brasil 2015, em pleno Morumbi, por 3 a 1 para o Santos. O fator campo não apareceu dentro dele com a bola rolando, a equipe santista soube aproveitar as oportunidades e a escrete tricolor não. O treinador são paulino, em entrevista coletiva após o jogo, disse que a situação é difícil, porém afirma que a equipe ainda não desistiu.

Doriva admite que é complicado reverter a situação, mas garante que o time vai continuar buscando retomar os bons momentos na Série A do Campeonato Brasileiro e na também reverter a desvantagem na Copa do Brasil para buscar o título do certame nacional.

“Nunca desisti de nada na minha vida. Vamos continuar jogando o Brasileiro, acreditando na Copa do Brasil até o fim. Logicamente, sabendo que é uma tarefa difícil. Mas, se conseguirmos reverter, voltaremos muito forte", disse o comandante tricolor.

Para o treinador, a equipe teve superioridade, porém perdeu muitos gols que foram decisivos no resultado. O apagão da equipe tricolor nos primeiros cinco minutos da segunda etapa foi fundamental no placar final, comentou Doriva.

“Temos jogadores de qualidade que impuseram seu jogo no primeiro tempo. Saímos perdendo em um vacilo. Tivemos força para empatar e até sair vencendo. Não aconteceu. No segundo tempo, foi um apagão de cinco minutos e sofremos os gols que decidiram o jogo", avaliou.

A partida de volta, marcada para a próxima quarta-feira (28), na Vila Belmiro, decidirá quem será o grande finalista da Copa do Brasil 2015. Para conseguir a classificação, o São Paulo tem de vencer por mais de três gols de diferença ou repetir o placar de 3 a 1 levando para os pênaltis. Já o Santos pode ser derrotado por até 2 a 0 e mesmo assim se classificar.

VAVEL Logo