Rafael Pereira admite que chances de acesso do Náutico são contra Vitória: "Jogo de vida ou morte"
Defensor é dúvida e disputa vaga no time titular com Niel na lateral-direita alvirrubra (Foto: Divulgação/Náutico)

Somente os três pontos interessam ao Náutico na tarde deste sábado (31). Contra o Vitória, em Salvador, os pernambucanos terão que sair vitoriosos para seguirem sonhando com o retorno à elite do futebol nacional. Mesmo modificado por suspensão e com improvisações, o Timbu se mostra confiante para se reaproximar do G-4.

Um dos que está demonstrando motivação para encostar novamente no grupo de acesso é o zagueiro Rafael Pereira, que atuou na lateral-direita diante do Botafogo e pode permanecer no time titular, uma vez que disputa vaga com Niel. Rafael estreou pelo clube alvirrubro na partida do primeiro turno com os baianos e marcou o gol da vitória, destacando a importância do duelo deste fim de semana.

"É um jogo de vida ou morte, o qual vamos nos empenhar ao máximo para fazer um jogo perfeito e conseguir o resultado. O que mais temos treinado é a parte tático, pois entendemos que é aí onde se ganha os jogos. Sabemos da dificuldade e da qualidade deles, mas sabemos que para chegar nos objetivos precisamos vencer. Vai ser o jogo da nossa vida", explicou o defensor, que comentou também sobre a correção dos erros para o próximo duelo.

"A parte motivacional já foi muito trabalhada nestes últimos dias, pois sabemos que não fizemos um bom jogo contra o Botafogo. O treino fechado será para nossas jogadas ensaiadas possam ser aprimoradas e, uma vez que propomos o jogo, ficamos mais expostos, mais abertos e o adversário sobressai. Quando propusermos, não podemos errar", completou.

O discurso esperançoso foi ressaltado pelo volante Fillipe Soutto, que atuará improvisado na lateral-esquerda, substituindo o uruguaio Gastón Filgueira, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O cabeça de área, que se mostrou polivalente com a camisa vermelha e branca, garante estar disposto a sair com o triunfo na bagagem.

"Sabemos que no futebol tudo é possível, já que cada jogo traz uma história diferente e essa história só pode ser escrita pelos personagens. Conseguimos vencer grandes adversários diretos na briga (Santa Cruz e Paysandu) e podemos fazer acontecer novamente, criando um grande feito nesse campeonato. Vamos mostrar que a briga será até o fim, pois chegou o momento decisivo e temos de fazer acontecer", ponderou.

Cabeça de área deverá atuar improvisado na lateral-esquerda, substituindo o suspenso Gastón (Foto: DIvulgação/Náutico)

O marcador falou sobre a sua versatilidade dentro das quatro linhas, assegurando que os 11 iniciais ainda não estão confirmados. O meio-campista afirmou que opta por atuar na posição de origem, mas agradeceu pela confiança que lhe é dada pelo treinador Gilmar Dal Pozzo.

"A escalação não tá confirmada mas, caso se confirme, a improvisação no futebol depende de como o atleta encara o desafio. Depende também de como o Gilmar vai montar a equipe. A minha preferência é jogar no meio, contudo mais uma vez estou sendo improvisado e por dois motivos. Necessidade e confiança no meu trabalho. Tenho que provar em cada jogo e treino essa confiança que me é dada", encerrou o coringa.

O escrete da Rosa e Silva volta ao trabalho na manhã desta sexta-feira (30), porém reservadamente. À tarde, a delegação viaja para Salvador, palco do confronto regional. O Timba tem atualmente 49 pontos e está na 8ª posição, com cinco pontos atrás do Bahia, último entre os que conquistam uma vaga na Série A.

VAVEL Logo