Após  desaparecimento, PM diz que Marcelo Cabo esteve em um motel
Treinador do Atlético-GO, Marcelo Cabo foi encontrado em um motel. (Foto: Divulgação/Atlético-GO)

Depois de horas de preocupação e investigação, tudo foi esclarecido. O treinador do Atlético Goianiense, Marcelo Cabo, apareceu depois de sumir por duas vezes e de acordo com as informações da Polícia Militar, ele estava em um motel em Goiânia onde usou entorpecentes.

De acordo com as informações da polícia, Marcelo Cabo saiu de seu apartamento às 3h da madrugada de domingo (15) com seu carro e um cartão de crédito, e desde então, desapareceu. O seu celular e sua carteira com documentos haviam ficado em casa. 

Após horas desaparecido e com ausência no treino do Atlético-GO, o clube resolveu ir à Delegacia Estadual de Investigação Criminal (DEIC), que assumiu as investigações em busca de Marcelo Cabo. Após algumas horas o procurando, o treinador supostamente apareceu em um táxi por volta das 15h48 de segunda-feira (16), e parou em seu apartamento onde pegou um pertence pessoal, ficou cerca de sete minutos e foi embora no mesmo táxi em que veio.

Depois disso, não se sabia onde Marcelo Cabo estava ou foi, porém, com as informações do taxista que o levou, a polícia conseguiu encontrar o treinador por volta das 20h40. Depois de quase um dia inteiro de investigações, a polícia descartou qualquer possibilidades de crime contra o profissional.

A notícia de Marcelo Cabo tomou grandes proporções e, por conta do problema de indisciplina e de seu desaparecimento, o Atlético-GO pode anunciar em breve a demissão do treinador. A família de Marcelo chegou à vir para Goiânia preocupada com o mesmo.

Em entrevista coletiva na manhã dessa terça-feira, o diretor de futebol do Atlético-GO, Adson Batista, afirmou que irá se reunir com Marcelo Cabo e os conselheiros para tomarem uma decisão e afirmou que tem muito respeito com o profissional.

Marcelo Cabo chegou ao Atlético-GO na Série B de 2016, onde disputou 38 jogos, conseguiu 22 vitórias, 10 empates e 6 derrotas. Isso lhe rendeu o acesso com o Dragão para a Série A do Brasileirão, além do título da Série B naquele ano.

VAVEL Logo