Federico Gino é apresentado e exalta Santa Cruz: "É um passo muito grande para mim"
Atleta vinha treinando no Cruzeiro e já está regularizado pelo BID da CBF (Foto: Jamil Gomes/Santa Cruz)

Dois contratados do Santa Cruz para 2017 já estão aptos para jogar. O volante brasileiro, entretanto naturalizado uruguaio, Federico Gino e o goleiro Jacsson, que veio junto ao Internacional, estão regularizados no BID da CBF. Gino, emprestado até julho, pode assinar contrato no Mais Querido por mais três anos.

Empolgado com o acerto, o meio-campista coral valorizou muito o seu novo clube. Garantindo estar pronto para estrear, o cabeça de área do Tricolor do Arruda assegura estar bem fisicamente por estar treinando no Cruzeiro, sua antiga equipe, dizendo ainda estar adaptado a Recife e ao elenco.

"O Santa Cruz é um time grande do Nordeste e, para mim, é um passo muito grande. Não é só ir para outra equipe para jogar, mas eu vinha treinando normalmente no Cruzeiro e treinei bem com todo o time. Fiz o melhor possível na parte física para estar em ótimas condições para quando Eutrópio decidir que vou jogar. Já estou gostando de Recife e o time também é muito bom. Tudo isso deixa mais fácil", disse o jogador, que comentou ter pego referências com Uillian Correia, atleta tricolor em 2016.

"Falei com Uillian há um mês, quando teve a possibilidade de acertar com o Santa Cruz. Ele disse que foi muito bom e, se eu tivesse chance, era para vir. Falou bem da torcida e do clube. Acreditei na palavra dele dele. Quero me projetar aqui, pois a negociação foi muito longa. Tinha muita vontade de vir para cá, falei com a diretoria do Cruzeiro para vir logo e Graças a Deus ficou tudo bem", completou.

Arqueiro coral elogia companheiros de posição ao ser apresentado (Foto: Jamil Gomes/Santa Cruz)
Arqueiro coral elogia companheiros de posição ao ser apresentado (Foto: Jamil Gomes/Santa Cruz)

Também reforço para a temporada, porém pouco aproveitado no time gaúcho enquanto o defendeu, o arqueiro sabe que vai precisar brigar pela vaga de titular principalmente com Júlio César. Mesmo com isso, o camisa 1 exaltou também os outros companheiros de posição, Lucas e Miller.

"Não vejo pelo lado de que vim brigar só com Júlio. Tem Lucas e Miller aqui, que são excelentes goleiros também. Júlio está numa fase muito boa, mas vim aqui mostrar meu trabalho e esperar uma oportunidade para atuar. Quero aparecer no cenário nacional e esse é um clube que oferece oportunidades. Tenho amigos que defenderam o Santa Cruz e cresceram e, por isso, espero repetir esse sucesso", declarou, falando ainda sobre sua experiência na Seleção Brasileira de base.

"Minha passagem na Seleção foi na Sub-17, em 2011, no Mundial do México. Na Sub-21, em torneio na China, na Sub-22 no panamericano e algumas vezes também na Sub-23, que foram para amistosos da pré-olímpica com Gallo. Espero aproveitar a experiência para ter a minha oportunidade aqui", encerrou.

Os pernambucanos voltam a campo, pela 6ª rodada do Estadual, nesse fim de semana contra o Salgueiro. A partida será realizada no domingo (5), às 16h, no Cornélio de Barros e os jogadores terão a chance de ser opção para o técnico Vinícius Eutrópio, que realizou apenas um treino em Recife antes da viagem.

VAVEL Logo