Ney Franco lamenta erros, mas segue crendo em vaga na final: “Podemos reverter a situação”
Ney Franco pediu tranquilidade ao elenco e afirmou que classificação é possível (Foto Williams Aguiar/Sport)

Ser derrotado em casa no primeiro jogo da semifinal da Copa do Nordeste, óbvio que não é um bom resultado. Ainda mais, quando o time perde por 2 a 1 e precisa vencer o jogo de volta por 2 a 0, ou por um gol de diferença, a partir de 3 a 2. Bem, foi isso que aconteceu com a equipe do Sport na partida de ida na Ilha do Retiro contra o Santa Cruz. Apesar do péssimo resultado, o treinador rubro-negro Ney Franco mostrou que acredita na classificação da sua equipe.

Chegando ao quarto jogo seguido sem vitória e perdendo uma grande quantidade, Ney Franco acredita que seu time fez um bom jogo, mas o Santa Cruz foi melhor nos detalhes.

"Enfrentamos um adversário muito bem montado, com uma marcação forte de meio-campo. Fomos superiores no primeiro tempo, tivemos bem mais volume de jogo. Eles chegaram três vezes no nosso gol e fizeram duas. Foram os detalhes que eles foram melhor e por isso venceram a partida. Se tivéssemos caprichado mais na finalização, o resultado seria totalmente diferente", comentou o técnico rubro-negro. 

Sobre a vantagem do Santa Cruz, Ney Franco minimizou, dizendo conhecer a receita para bater o tricolor no Arruda, e ainda sair com a classificação para grande decisão da competição nordestina.

"A classificação está totalmente em aberta. Mesmo saindo derrotado aqui da Ilha, a gente pode chegar lá e reverter a situação. É o momento de ter tranquilidade, experiência. É chegar na partida de volta e fazer tudo que for possível para inverter a situação e saímos de lá classificados. Vamos entrar lá com o compromisso de ter uma atuação em alto nível e virar esse jogo", complementou..

Sport e Santa Cruz voltam a se encontrar na quarta-feira (3), no Arruda, às 21h45. Será o quarto confronto em 2017 das duas equipes, onde o time rubro-negro ainda não conseguiu vencer o tricolores. Claramente, Ney Franco terá que fazer alterações no time rubro-negro, quando visivelmente perdeu o meio-campo e ficou com três atacantes de pouca movimentação no ataque. Sobre a defesa, o Sport não sabe o que é ficar sem tomar gol desde a partida do dia 6 de abril contra o Danubio-URU, pela Copa Sul-Americana.

VAVEL Logo