Cazares adota discurso de apoio aos companheiros ao ser questionado sobre titularidade
Jogador tem entrado bem e flerta com a titularidade (Foto: Bruno Cantini-Atlético MG)

Desde sua chegada à Belo Horizonte, no início da temporada passada, o meia equatoriano Juan Cazares alterna altos e baixos no Atlético. O jogador tem sido reserva durante a maior parte da atual temporada, mas as boas atuações saindo do banco contra Cruzeiro e Flamengo nas duas últimas partidas fizeram parte da torcida cogitar sua titularidade.

O jogador se demonstrou confiante após as últimas atuações e disse não se preocupar com o banco de reservas: “Quando entro no segundo tempo estou entrando bem, mas às vezes não acontece quando sou titular. Não vou preocupar com isso e sempre fazer o meu melhor. Acontece isso no futebol. Entro no campo para fazer o melhor para mim e para os companheiros”, afirma.

Na terça-feira (16), o Galo recebe o Godoy Cruz, da Argentina, para a última partida da fase de grupos da Copa Libertadores. A vitória alvinegra garante a primeira colocação do Grupo 6 e ambas as equipes já entram em campo classificadas. Cazares manifestou seu desejo de jogar e servir seus companheiros de ataque:

“Vamos ver quem vai jogar amanhã na escalação do Roger. Vamos torcer para quem começar jogar bem e ajudar o time a vencer. É o Roger que escala. Tenho que esperar meu momento. Se jogar amanhã, quero dar assistência para o Fred, para o Rafael Moura. Estou tranquilo e quero seguir jogando bem para ajudar a equipe”, disse.

Para conseguir a titularidade no atual esquema adotado pelo técnico Roger Machado, Cazares disputa vaga com o venezuelano Otero. A dupla de estrangeiros na criação do Galo tem uma boa relação fora de campo e o equatoriano revela torcida para o companheiro, ainda que disputem a vaga de titular:

“O Otero corre muito, joga pelas beiradas, e eu gosto mais de jogar pelo meio. A competição é muito sadia entre todos. Quando você não é titular, torce para os outros que estão jogando. Somos um time forte e estamos buscando apenas um objetivo, que é ser campeão. Torço sempre pelos meus companheiros, quero que Otero marque gols sempre, assim como Robinho, Fred”, concluiu Cazares.

VAVEL Logo