0-1, Michel. 0-2, Michel. 1-2, Luiz Antônio. 1-3, Everton. 1-4, Everton. 2-4, Reinaldo. 2-5, Everton. 3-5, Arthur Caike. 3-6, Luan.
Luan brilha com quatro assistências e gol, Everton faz três e Grêmio goleia Chapecoense
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

Luan brilha com quatro assistências e gol, Everton faz três e Grêmio goleia Chapecoense

Michel marcou dois na etapa inicial, Chape descontou com polêmica, mas Tricolor é letal no segundo tempo e goleia partida histórica por 6 a 3 para assumir vice-liderança do Campeonato Brasileiro

HenriqueKonig
Henrique König

O Grêmio foi sensacional ofensivamente em Chapecó. Dois gols de Michel, três gols de Everton, quatro assistências e um gol de Luan. Tudo isso em um único jogo e a goleada sacramentada em 6 a 3 para o Tricolor sobre a Chapecoense, em plena Arena Condá. O jogo foi válido pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro e fez o Grêmio alcançar a vice-liderança na tabela de classificação, um ponto atrás do líder Corinthians. A Chape, que tomou sua maior derrota em casa recentemente, caiu para o quinto lugar na tabela, com 10 pontos até aqui.

Na próxima rodada, o Grêmio recebe o Bahia na segunda-feira, em jogo na sua Arena, em Porto Alegre. Já a Chapecoense volta a campo no domingo, fora de casa diante da Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Grêmio na frente em gols de Michel e polêmica no desconto da Chapecoense

O primeiro gol do jogo foi uma pintura. Luan tinha a posse pelo meio de campo, tocou de lado para Michel, o volante dominou, olhou para frente e chutou com força, a bola viajou, viajou e encobriu o goleiro Jandrei da Chapecoense. Um golaço marcado ainda do círculo central para abrir o placar na Arena Condá. Mais tarde, na entrevista, Michel admitiu que a ideia não era colocar com tanta precisão nas redes, mas o lançamento valeu o 1 a 0.

O Grêmio ampliou o marcador em falta recebida pelo capitão Léo Moura. Os jogadores gremistas exigiam o cartão amarelo ao adversário, mas ele não veio. Se não veio a punição na caderneta da arbitragem, apareceu o segundo gol. Luan cobrou a falta da intermediária, Michel se antecipou para desviar a bola de cabeça e acertou ao canto da meta: 2 a 0.

A Chapecoense precisava correr atrás do prejuízo e rondava a área na sequência, mas sem passar pela defensiva gremista, trabalhadora na última das linhas. Em uma bola na área, Michel desarmou e foi acertado por Apodi, que recebeu o cartão amarelo.

A Chapecoense chegou ao desconto em uma cobrança de falta. Luiz Antônio estava colocado para chutar, mandou na área, a bola quicou no gramado, Grohe defendeu sobre a linha e caiu perigosamente com ela sobre a divisória do campo. Aí, o atacante Wellington Paulista se projetou em carrinho contra Marcelo Grohe e o goleiro puxou a bola para trás da linha. A arbitragem acabou validando o gol.

Somente no final da etapa, passada a marca de 46 minutos, a Chapecoense voltou dentro da área para tentar o empate, na bola batida, ela passou por Marcelo Grohe, mas o zagueiro Kannemann salvou sobre a linha e o jogo foi para o intervalo com 2 a 1 para o Grêmio.

Chuva de gols com Everton para o Grêmio liquidar o jogo

Na volta do intervalo, a Chape voltou a assustar na bola aérea. Teve lateral cobrada para dentro da área, Grohe disputou a jogada, sentiu a dividida, a bola sobrou para Wellington Paulista, que tinha o gol à disposição, mas errou o alvo ao cutucar de pé direito. Tiro de meta para o Grêmio e atendimento médico ao goleiro tricolor. Aos 6 minutos, outra vez Reinaldo com lateral na grande área, disputa de bola no território gremista e novamente a posse na linha de fundo em tiro de meta ao Grêmio.

Ao 11', o Grêmio conseguiu sair com toques de bola, entrava pela direita da área, mas a bola rolada para Luan foi travada com precisão pelo zagueiro Victor Ramos, que salvou a Chapecoense. A partida estava aberta e com avanços dos dois lados contra os defensores.

Lucas Barrios sentiu lesão, saiu pelo Grêmio e entrou Everton no ataque. E isso definiu o jogo. Luan fez o que quis na armação das jogadas e Everton foi perfeito. Na primeira bola recebida, encobriu o goleiro Jandrei e fez 3 a 1 no jogo.

Após a saída de bola no meio de campo, outra vez Everton em velocidade, invadiu a área pela direita, Luiz Antônio dava condições e o atacante cearense chutou rasteiro, no canto da meta:  4 a 1 para o Grêmio. Duas bolas recebidas por Everton e dois gols em um minuto e 25 segundos.

Percorria-se metade da etapa final e o controle do Grêmio era absoluto em 4 a 1. A Chape mudou. Túlio de Melo veio no lugar de Wellington Paulista. Nos lances de ataque gremistas, outra bela bola distribuída que saiu dos pés de Arthur, Pedro Rocha saiu de frente para área, chegou antes, Jandrei errou a saída e não atingiu a bola, Rocha caiu, mas o árbitro não deu pênalti. O time todo dos gremistas cobrava a marcação da penalidade, mas o jogo seguiu.

Aos 26 minutos, um lance na direita de ataque da Chapecoense teve cruzamento junto ao braço de Bruno Cortez e o árbitro marcou. Novamente reclamações do Grêmio e a chance do desconto da Chape. Reinaldo bateu rasteiro no canto e descontou para 4 a 2. Houve confusão na hora de tirar a bola nas redes, com o Grêmio querendo retardar e a Chape com pressa.

Passada a marca dos 34, Luan teve espaço para jogar no contra-ataque e serviu o artilheiro da noite. Everton invadiu a área mais uma vez e tocou na saída de Jandrei. 5 a 2 para os gremistas, em placar inacreditável em Chapecó. Dois gols de Michel  no primeiro tempo e três de Everton no segundo tempo. Quatro assistências de Luan na partida.

E cabia mais no placar e na voz do narrador. A Chapecoense avançou e cruzou bola da direita, Arthur Caike apareceu sozinho na área e cabeceou aos barbantes para descontar mais uma vez. Aí o Grêmio deu a saída no centro de campo e novamente houve espaço para Luan definir. Ele e o goleiro e mais um tento gremista. Luan, que havia dado quatro assistências, anotou o dele, o de número 51 pelo Grêmio. 6 a 3 na partida para o Tricolor. O placar final foi esse, ainda com um lance em que Rossi poderia ser expulso pela Chape e mais uma chance gremista, que Jandrei defendeu pelo Verdão do Oeste. Vitória maiúscula do arrasador Tricolor dos Pampas e vice-liderança na rodada do Brasileirão.

VAVEL Logo
CHAT