Grêmio e Independiente empatam sem gols, Grohe é herói nos pênaltis e consagra título do Imortal
(Foto: Nelson Almeida/AFP)

Foi sofrido, mas o Grêmio é campeão da Recopa Sul-America! Após empatar na Argentina por 1 a 1 com o Independiente, a equipe gaúcha empatou novamente com os argentinos, na Arena do Grêmio, por 0 a 0. A decisão foi para os pênaltis, onde Marcelo Grohe defendeu o último pênalti e sagrou o Tricolor campeão.

O Grêmio volta a campo no próximo sábado (24) pelo Campeonato Gaúcho, contra o Novo Hamburgo, na Arena do Grêmio. Já o Independiente, recebe o Banfield na sua casa, no próximo domingo (25).

Grêmio pressiona no primeiro tempo, mas não consegue sucesso nas finalizações

Logo no inicio da partida, o Grêmio quase abriu o placar. Com um minuto, Everton tabelou com Cortez, que fez a devolução de calcanhar. Dentro da área, o atacante tentou o chute de pé esquerdo, mas foi fraco. O goleiro Campaña caiu e fez a defesa com tranquilidade.

Aos sete minutos, Luan acionou Alisson que pifou Everton, o atacante saiu nas costas da defesa, driblou o goleiro e bateu para o gol. A bola ia entrando, mas Amorabieta se esticou de carrinho e evitou o gol do Tricolor.

(Foto: Lucas Ubel/Grêmio FBPA)

Aos 17, o Independiente chegou com perigo. Meza dominou pela esquerda e arriscou de pé direito, a bola saiu pela linha de fundo. O Grêmio respondeu aos 37 minutos. Geromel cobrou falta de defesa direito para o ataque. Cícero deu uma casquinha na bola, e Luan ficou de frente com o goleiro. O camisa 7 bateu de primeira, mas foi para fora.

Tricolor seguiu pressionando mas placar não saiu do zero

Aos oito minutos da segunda etapa, Everton arrancou pelo meio e tentou o passe para Alisson. A zaga do Independiente se antecipou, e a bola sobrou para Everton que, driblou a marcação e tentou a finalização. Campaña teve que se esticar para fazer mais uma grande defesa, salvando o Independiente.

O Grêmio começou a pressionar a equipe argentina aos 18 minutos. Paulo Miranda recebeu pela direita, fez a parede e tocou para Alisson. O atacante bateu, a bola explodiu na zaga e foi para escanteio. Cinco minutos depois, Jael recebeu pela direita e mandou uma bomba. O goleiro Campaña espalmou para frente, mas Everton e Luan não chegaram a tempo para pegar o rebote.

(Foto: Lucas Ubel/Grêmio FBPA)

Aos 34 minutos, Jael e Alisson brigaram pela bola na entrada da área. A bola sobrou para o centroavante, que bateu para fora. O placar não saiu do zero, e a partida foi para a prorrogação.

Independiente segurou pressão do Grêmio, e levou partida para os pênaltis

A prorrogação começou do mesmo jeito que os outros dois tempos, com o Tricolor pressionando. Aos três minutos, Everton conduziu a bola e tocou para Jael, que tentou a finalização, que foi para fora. Dois minutos depois, Maicosuel cruzou e encontrou Jael, que subiu de cabeça e mandou com firmeza. A bola explodiu no travessão.

O Independiente chegou com perigo aos 11 minutos. Benítez recuperou a bola no ataque, e tentou bater cruzado. A bola passou por todo mundo, e sobrou para Meza. O argentino encontrou Benítez dentro da área, que dominou mas cometeu falta em Kannemann ao usar braço na cara do zagueiro do Grêmio.

Na segunda etapa da prorrogação, o Tricolor quase abriu o placar aos três minutos. Jael cobrou forte a falta. A bola desviou na barreira, mudou de direção, mas Campaña chegou a tempo e fez grande defesa.

Aos nove minutos, Meza recebeu livre dentro da área e cabeceou cruzado. A bola passou por dois argentinou, que não conseguiram chegar a tempo para empurrar a bola para o fundo do gol.

Aos 13 minutos, Cícero recebeu a bola sozinho dentro da área e bateu forte. A bola bateu na zaga e saiu para escanteio. Um minuto depois, Maicosuel avançou pela direita e bateu cruzado. Campaña salvou os argentinos mais uma vez.

Pênaltis

Grêmio

Acertaram: Maicon, Cícero, Everton, Jael e Luan.

Erraram: -

Independiente:

Acertaram: Gaibor, Meza, Domingo e Romero.

Erraram: Benítez

Foto: Nelson Almeida/AFP
VAVEL Logo