Flamengo e Boavista se reencontram em busca da liderança na Taça Rio
(Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)

Após vencer o Botafogo, e reencontrar o caminho das vitórias após dois tropeços, o Flamengo vai até Volta Redonda encarar o Boavista, que vem de derrota para o Vasco. As duas equipes buscam assumir a liderança de seus grupos: o Rubro-Negro é o vice-líder do Grupo B, com 6 pontos, mesma pontuação do rival Vasco. Já o Verdão de Saquarema, ocupa a terceira colocação do Grupo C, com 6 pontos, e torcerá por tropeços de Portuguesa e Fluminense (que ainda que perder os oito gols de saldo que tem a mais) para assumir a ponta. 

As duas equipes se enfrentaram na final da Taça Guanabara e a equipe da Gávea ficou com o título ao vencer por 2 a 0, gols de Kadu Fernandes (contra) e Vinicius Junior. Na história, as duas equipes se enfrentaram 14 vezes: o Rubro-Negro venceu 10, enquanto o Boavista venceu apenas uma, e ainda aconteceram três empates. A equipe da Gávea marcou 29 gols e a equipe de Saquarema anotou 11.

Em busca da afirmação como o melhor pequeno, Boavista quer surpreender 

Após chegar na final da Taça Guanabara, o Boavista é o "intruso" dos quatro clubes que hoje estariam classificados para as semifinais do Campeonato Carioca. Para se firmar nesse grupo, a equipe de Saquarema quer surpreender o Flamengo nessa noite, e para isso, o técnico Eduardo Allax manterá a base da equipe que quase derrotou o Vasco (vencia até os 37 do segundo tempo).

Contra o Rubro-Negro, o Verdão também não contará com quatro jogadores que disputaram a final do primeiro turno: o zagueiro Kadu Fernandes, o volante Douglas Pedroso, o meia Fellype Gabriel e o atacante Erick Flores estão lesionados. A partida marcará o centésimo jogo do volante Willian Maranhão com a camisa do Boavista. O atleta ressaltou a felicidade pela marca atingida:

(Foto: Carlos Gregório/ Vasco.com.br)
(Foto: Carlos Gregório/ Vasco.com.br)

- "Fico muito feliz. É uma marca muito importante. Saí do Maranhão para o Rio de Janeiro visando realizar esse sonho e tenho uma gratidão enorme pelo clube por abrir as portas para mim. Iniciei minha trajetória aqui e tenho grande identificação e carinho pelo Boavista. Não é pra qualquer um. Ainda mais por disputarmos poucas competições no ano. É um feito importante demais. Melhor ainda sendo em um jogo contra um clube da grandeza e da força do Flamengo. Estou lisonjeado por poder chegar a esse momento", comentou.

Flamengo busca melhorar o seu futebol apresentado na temporada

A cobrança sobre o elenco do Flamengo é por uma melhora no nível de futebol apresentado. Mesmo com a pré-temporada tardia em relação aos outros clubes brasileiros, a pressão no técnico Paulo César Carpegiani vem aumentando desde a goleada sofrida para o Fluminense.

No primeiro teste de fogo do ano, a equipe não teve uma boa atuação e decepcionou a torcida. No clássico contra o Botafogo, no último sábado, novamente a equipe não apresentou um bom futebol e o Alvinegro, com um elenco menos badalado, foi superior durante boa parte da partida. Carpa classificou a pressão como "cobrança exagerada" após o clássico:

(Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)
(Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)

"Há uma cobrança exagerada em cima do time do Flamengo. Estamos emendando esses resultados. O Flamengo é o único com possibilidade de ter uma vantagem lá na frente. Há uma cobrança exagerada. Quando se fala do Fluminense, colocamos jogadores que não vinham atuando, uma equipe mesclada. Tivemos a derrota? Sim. Mas não tem que juntar", comentou.

VAVEL Logo