São Paulo anuncia criação de superintendência para cuidar de contratos
Foto: Rubens Chiri | São Paulo FC

Nesta terça-feira (27), o São Paulo anunciou a criação da Superintendência de Gestão de Contratos do clube, que foi instituída na semana passada e terá como principais objetivos blindar a instituição de problemas jurídicos e maiores gastos. No entanto, o departamento ainda passa pelo processo de implementação interna, antes de começar a atuar efetivamente.

O departamento será comandado por Paulo Mutti, advogado e contador experiente, que anteriormente atuou como diretor jurídico do São Paulo, mas se afastou do clube em 2016. No seu comando, serão monitorados todos os contratos assinados pelo Tricolor, como: novos vínculos, renovações e encerramento, tudo isso com o auxílio do sistema Contract Lifecycle Management (CLM).

Algo comum na iniciativa privada, o novo setor faz parte do pacote de renovação do clube, que teve início com a aprovação do novo estatuto, em vigor desde abril de 2017, quando Leco deu início ao seu atual mandato. Com a reforma estatutária, as diretorias são-paulinas tem como exigência conter profissionais com experiência e formação nas áreas de atuação, assim como poderão receber salários, para se dedicarem ao clube, algo incomum anteriormente.

A partir de fevereiro, o São Paulo passou a utilizar o SAP, um dos principais sistemas de gestão do mundo, que busca transformar os departamentos do clube e fazer com que atuem assim como os de empresas multinacionais, com o faturamento semelhante ao da instituição.

O software também é muito comum no futebol, visto que potências europeias, como Manchester City e Bayern München, além da seleção alemã, já utilizam a ferramenta, e o São Paulo acertou um contrato com duração inicial de um ano e meio.

VAVEL Logo