Preparador físico do Botafogo prega cautela quanto à estreia de Aguirre

No Botafogo desde março deste ano, o atacante uruguaio ainda não jogou com a camisa alvinegra

Preparador físico do Botafogo prega cautela quanto à estreia de Aguirre
Aguirre durante apresentação no Botafogo (Foto: Divulgação / Botafogo)

O Departamento Médico do Botafogo está sendo bastante cauteloso sobre a estreia do atacante Rodrigo Aguirre, de 23 anos, com a camisa da Estrela Solitária. Sem jogar a cinco meses, o uruguaio está recuperado de  uma cirurgia no joelho direito, realizada em dezembro de 2017 e desde que chegou ao clube em março desde ano, tem feito uma preparação especial para enfim poder entrar em campo.

O preparador físico do clube, Fellipe Capella, detalhou como tem sido feito o trabalho com o atleta e não deu uma data certa sobre quando o atacante poderá jogar. "O Rodrigo (Aguirre) teve a última partida em novembro. Em dezembro passou pela cirurgia (no joelho direito). Já treina com o grupo, se dedica diariamente. Foi feito para ele um planejamento detalhado com a fisiologia, nutrição, preparação física, departamento médico. Conseguimos elevar a força física, a massa magra dele... Um atleta que está em torno de cinco meses sem atividades com o grupo e sem jogar, voltou semana passada. É um período que é curto. Essa semana ele continua treinando e é questão de tempo (para jogar). Precisar um jogo ainda não consigo, vai do dia a dia. É momento de ter um pouquinho de calma, ele vai ajudar muito a gente"

E apesar de não haver uma data específica para a estreia do uruguaio, já havia uma expectativa por parte da torcida de que o jogador já pudesse entrar em campo durante a ultima partida da equipe, na vitória de 2 a 1 sobre o Grêmio, no Nilton Santos. Porém o técnico Alberto Valentim preferiu poupa-lo para que o jogador pudesse se adaptar melhor ao estilo de jogo do time durante os treinamentos.

Aguirre já está a disposição do treinador e agora fica na esperança de ser relacionado já para a partida deste domingo (6) contra o Cruzeiro, no Mineirão, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Pela Copa Sul Americana, o jogador ainda não poderá ajudar o clube, uma vez que cumpre suspensão de três jogos em competições continentais, já que foi expulso quando atuava no Nacional-URU, justamente contra o Botafogo na Libertadores de 2017 quando deu uma entrada violenta no atacante Guilherme.

O jogador já cumpriu um dos três jogos da suspensão, na vitória alvinegra pro 2 a 1 sobre o Audax Italiano no Chile, cumprirá o segundo no dia 9, no Nilton Santos e só estará apto a jogar a Sul Americana pelo Botafogo na partida de volta da próxima fase, caso o clube se classifique, o que é bastante provável devido ao resultado do primeiro jogo contra os chilenos.