Cruzeiro vence Racing, garante liderança do grupo e vai às oitavas da Libertadores

Cruzeiro vence Racing, garante liderança do grupo e vai às oitavas da Libertadores

Equipe mineira liquidou o Racing marcando dois gols com dez minutos de partida, segurando o placar até o apito final

Caiaoo_
Caio Pavoski
CruzeiroFABIO; LUCAS ROMERO, DEDÉ, LÉO, EGÍDIO; LUCAS SILVA, HENRIQUE; ROBINHO, DE ARRASCAETA, THIAGO NEVES E SASSÁ. Técnico: Mano Menezes.
RacingMUSSO; PILLUD, BARBIERI, DONATTI, ALEXIS SOTO; DIEGO GONZÁLEZ; SOLARI, NERI CARDOZO; CENTURIÓN, LAUTARO MARTÍNEZ E LISANDRO LÓPEZ. Técnico: Eduardo Coudet.

A terça-feira (22), foi noite de última rodada da fase de grupos na Copa Libertadores da América. Em Minas Gerais, o Cruzeiro recebeu o Racing e venceu os argentinos por 2 a 1, com gols nos primeiros dez minutos de partida de Thiago Neves, Lucas Silva indo às e Centurión, descontando para os visitantes na metade da primeira etapa.

Logo no apito inicial, o Cruzeiro já foi às redes com Thiago Neves, aos três minutos de partida. Robinho serviu Sassá na linha de fundo, que cruzou rasteiro para o meio da área. No rebote, Thiago Neves parou a bola e mandou para o fundo do gol.

Logo depois de inaugurar o placar, os donos da casa seguiram pressionando os argentinos e adiantaram a marcação para pressionar a saída de bola. 

Com dez minutos de jogo, Lucas Silva interceptou o passe na saída de bola, arrancou para a entrada da área e  finalizou rasteiro. A bola bateu na trave e venceu o goleiro, ampliando o marcador para a equipe celeste. 2 a 0.

À frente do placar, os cruzeirenses diminuíram o ritmo da pressão imposta e viram o Racing crescer na partida. Solari e Centurión foram os principais jogadores na criação de jogadas. 

Centurión recebeu cruzamento e chutou de primeira para diminuir o marcador. O gol, deixou a equipe mais agressiva que quase ampliou com Solari, que encobriu Fábio, mas a bola beijou a trave, tirando o que poderia ser o gol de empate.

Do lado do Cruzeiro, Arrascaeta ficou cara a cara com goleiro Musso, tentou o drible, mas o guarda-redes conseguiu salvar os argentinos pegando a bola nos pés do camisa 10.

Nos 45 minutos finais, as duas equipes criaram chances. Do lado do Racing, que buscava o empate, Lautáro Martínez foi quem levou mais perigo para a defesa celeste. Todavia, o goleiro Fábio executou defesas providenciais que seguraram o placar.

Por parte do Cruzeiro, a equipe tentava segurar o jogo no ataque, mas de forma diferente do início, sem afinco necessário para incomodar o goleiro Musso. 

Com a vitória, o Cruzeiro garantiu a liderança do grupo E, além da classificação para as oitavas de final. Enquanto o Racing, também classificado, fica em segundo lugar com os mesmos 11 pontos dos mineiros, mas com gols pró inferior aos líderes, que garantiram a liderança na última rodada.

Agora, ambas as equipes aguardam o sorteio para a próxima fase, que acontece no próximo dia sete de julho.

VAVEL Logo

Cruzeiro Esporte Clube Notícias

há 5 dias
há 5 dias
há 5 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 5 dias
há 6 dias
há 7 dias
há 7 dias
há 11 dias