Geninho se diz satisfeito com atuação do Avaí no empate com Sampaio: "Voltamos a jogar bem"
Foto: Divulgação/Avaí F.C

Geninho se diz satisfeito com atuação do Avaí no empate com Sampaio: "Voltamos a jogar bem"

Treinador mostrou-se bastante contente com a evolução apresentada pelos comandados após 1 a 1, em São Luís

CaioCarvalho97
Caio Carvalho

O Avaí visitou o Sampaio Corrêa na noite desta terça-feira (5), buscando manter o bom retrospecto fora de casa na Série B. O empate por 1 a 1 e o ponto obtido manteve o Leão no G-4 e aumentou a série invicta do time como visitante na competição para quatro jogos.

Vindo de derrota em casa para o Criciúma, onde teve um desempenho bem abaixo do esperado, a equipe comportou-se muito bem na partida válida pela nona rodada - chegou a abrir o placar, mas cedeu o empate -, fato que foi elogiado por Geninho na coletiva pós jogo. O treinador fez questão de ressaltar a boa atuação e a evolução do time.

Voltamos a jogar bem, isso foi importante, um campo com dimensões antigas, bem grande, e uma grama com quase um palmo. Exigiu um sacrifício na parte física, mas fizemos um bom jogo. Cometemos alguns erros, tivemos chances perdidas. Não merecíamos nunca a derrota. Fizemos um gol e tomamos o empate logo em seguida, acendeu o Sampaio e sofremos uma pressãozinha. Mas o time foi bem, encarou o adversário buscando jogo”.

Geninho também falou sobre a conversa que teve com os atletas e o trabalho feito para corrigir os erros.

Não foi só a conversa, mas um trabalho no domingo que aproveitamos bem. Levamos o time a campo e trabalhamos as evoluções que tínhamos deixado de fazer. Fizemos um trabalho de repetição de viradas, bolas enfiadas, de tudo que acho que o time pode fazer. Então isso, com a soma dos erros em vídeo, buscando correções, não cobrança”.

Na partida contra o Sampaio Corrêa, o técnico não pode contar com jogadores importantes como Renato, Romulo, Judson e André Moritz. Perguntado sobre os desfalques, enfatizou a importância dos ausentes para o time quando estão em campo.

Alguns jogadores importantes ficaram lá, o Renato, que vinha como um dos melhores jogadores, o Romulo, o Judson, que faz boa proteção. O Moritz entra às vezes, mas os três tinham sequência de titulares absolutos e é claro que fazem falta. O time sente, toda vez que você perde jogadores que vinham em sequência, quanto mais o time jogar junto, melhor é”.

Por fim, Geninho comentou sobre as atuações de Martinuccio e Luanzinho e elogiou a entrada de Carlos Alberto, que carimbou a trave do adversário minutos após substituir o atacante argentino.

Eu acho que o Martinuccio estava há muito tempo sem jogar, sentiu falta de ritmo, teve uma chance excepcional de marcar. O Luanzinho ficou devendo, ele tem muito mais qualidade, mobilidade, ficou estático, aceitou a marcação. Gostei da entrada do Carlos Alberto, entrou pouco tempo, mas deu volume. Assim que a gente vai, procurando no grupo quem está em melhor momento para substituir os que teoricamente são titulares. O Carlos Alberto ganhou pontos, jogou bem, acertou a trave”.

O Avaí enfrenta agora o Coritiba, na Ressacada, em confronto válido pela 10ª rodada da Série B. O jogo será realizado nesta sexta-feira (8), às 21h30.

VAVEL Logo

Avaí Futebol Clube Notícias

há 25 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há 2 meses