Com gol no fim, CSA bate Juventude e encosta na liderança da Série B
(Foto: Thiago Parmalat/RCortez/Ascom CSA)

Com gol no fim, CSA bate Juventude e encosta na liderança da Série B

Embalado pela torcida, time alagoano grudou no líder Fortaleza

Zeca5
Zeca Lemos
CSALucas Frigeri; Celsinho, Leandro Souza, Xandão, Rafinha; Yuri, Juan (Hugo Cabral), Taiberson (Pingo), Daniel Costa (Dawhan); Didira, Alemão. Técnico: Marcelo Cabo
JuventudeDouglas Silva; Vidal, Rafael Bonfim, Fred, Maurício; Diones, Bertotto, Denner (Bruno Ribeiro), Leandro Lima (Caio Rangel); Pará (Mamute), Guilherme Queiroz. Técnico: Julinho Camargo
Placar1-0, Hugo Cabral, 37 min do segundo tempo
ÁRBITROÁrbitro: Vinícius Furlan (CBF/SP); Auxiliar 1: Herman Brumel Vani (CBF/SP); Auxiliar 2: Vitor Carmona Metestaine (CBF/SP)
INCIDENCIASPartida válida pela décima nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Ocorreu no estádio Rei Pelé, em Maceió.

Na noite desta sexta-feira (3), no estádio Rei Pelé, o CSA bateu o Juventude. O atacante Hugo Cabral saiu do banco de reservas para decidir a partida com um gol no final. O time alagoano chegou a 34 pontos e se igualou ao líder Fortaleza. Com 24, o time gaúcho segue em 13º.

Logo com um minuto de jogo, Daniel Costa cobrou escanteio, Xandão cabeceou e o goleiro Douglas foi buscar no cantinho, fazendo grande defesa. Aos 8, Rafinha cortou mal a sobra do escanteio, Fred escorou e Bertotto chutou por cima.

Aos 14, Taiberson cruzou por baixo, a zaga furou e Alemão saiu na quina da pequena área. Douglas pressionou, o camisa 9 tocou voltando e Celsinho isolou. Em cinco minutos, Guilherme Queiroz assustou o CSA em duas finalizações cruzadas, da entrada da área.

Aos 30, Juan tentou passe, mas a defesa gaúcha desviou e a bola ficou com Didira, em posição de impedimento. O meia levantou no meio, Taiberson marcou de cabelça, mas o assistente Herman Brumel assinalou a irregularidade. Aos 32 minutos, Rafinha alçou na área, Alemão testou e Douglas segurou. Na reta final, Rafinha subiu ao ataque novamente, cruzou, Didira cabeceou para baixo e Douglas fez outra defesa providencial.

Na etapa complementar, o Juventude se manteve fechado e dificultou as ações do time alagoano, que abusou do chuveirinho e de chutes da entrada da área, mas sem êxito. 

Aos 13, Rafinha mandou um canhão em falta distante, Douglas voou no canto e espalmou. 11 minutos depois, Mamute disparou ao ataque, Frigeri precisou sair do gol e dividir a bola com o atacante na intermediária.

Precisando de velocidade e diante de um adversário fechado, o treinador Marcelo Cabo mexeu. Primeiro, sacou Taiberson, que pouco produziu, e colocou Pingo. Depois, sacou Juan e pôs Hugo Cabral.

Aos 35, a bola caiu no pé de Mamute. O atacante soltou uma bomba e assustou. Só que o alívio veio em seguida, aos 37 minutos. Rafinha puxou para a linha de fundo, cruzou na medida e Hugo Cabral, de cabeça, incendiou a torcida do Azulão. Bastante criticado pela torcida, o jogador anotou o primeiro gol dele com a camisa do CSA em 14 jogos, a maioria começando no banco de reservas.

Na próxima rodada, O CSA pega o Goiás no início do returno, na sexta-feira (10), às 19h15, no Estádio Olímpico, em Goiânia. O Juve recebe o Figueirense no sábado (11), às 19h, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. 

VAVEL Logo

Futebol Brasileiro Notícias

há 10 horas
há 9 horas
há 10 horas
há 11 horas
há 17 horas
há 16 horas
há 19 horas
há 12 horas
há 18 horas
há um dia
há 2 dias