Diego Souza marca pela primeira vez, Botafogo vence Portuguesa e se mantém vivo no Carioca
Foto: Vitor Silva / SSPress / Botafogo

Diego Souza marca pela primeira vez, Botafogo vence Portuguesa e se mantém vivo no Carioca

Alvinegro supera dificuldades e vaias da torcida no primeiro tempo e atropela a Lusa por 4 a 1 dentro de casa

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Na noite desta última quinta-feira (21), o Botafogo entrou no Nilton Santos pressionadíssimo. Precisando torcer por alguns resultados e vencer bem para manter-se vivo na disputa por uma vaga nas semifinais da Taça Rio, o Alvinegro contou com a sorte a seu favor e cumpriu seu dever de casa ao derrotar a Portuguesa-RJ por 4 a 1, em duelo válido pela 4ª rodada do segundo turno do Campeonato Carioca.

O destaque principal fica para o primeiro gol de Diego Souza - principal contratação da temporada - com a camisa do Glorioso. Os outros tentos foram anotados por Gustavo Ferrareis, Alex Santana e Marcão (contra). Nilson descontou para os visitantes. 

Apesar do placar final expressivo, o Botafogo teve um desempenho fraquíssimo na primeira etapa. Sem conseguir criar jogadas de perigo, o time de Zé Ricardo viu o lanterna da competição assustar muito mais vezes. Primeiro, em cobrança de falta de Diguinho no travessão, e depois em chute perigoso de Nilson. 

Aos 29 veio o lance mais importante. O árbitro assinalou pênalti de Pimpão em Nilson após contato dentro da área. Porém, depois de dois minutos de discussão, o assistente de traz do gol contatou o juiz da partida e negou a existência da falta. Então, a marcação foi cancelada e o jogo retomado normalmente. 

Depois de sofrer uma pressão da Portuguesa, o Botafogo voltou mudado para o segundo tempo. Superando erros bobos no toque de bola, a equipe da casa marcou o primeiro gol logo aos oito minutos. Aproveitando sobra de chute de Marcinho que pegou na trave, Diego Souza colocou a bola para o fundo das redes e abriu o placar.

Dois minutos depois, Gustavo Ferrareis recebeu lançamento primoroso de Cícero e, quase caindo, apenas tirou do goleiro Edson, ampliando a vantagem do Glorioso para 2 a 0. Porém, a resposta da Lusa foi rápida. Aos 12, Nilson ganhou disputa de Marcelo Benevenuto, deslocou Cavalieri e diminuiu o marcador, trazendo seu time de volta para o jogo. 

Quatro minutos após o gol, a Portuguesa quase empatou com Everton Sena, mas parou por aí. O Botafogo passou a dominar as ações e, aos 21, Alex Santana conseguiu um belo arremate de canhota de fora da área e ampliou para 3 a 1. A partir daí, o confronto ficou amarrado e poucas chances de gol apareceram. Até que aos 38, a equipe de General Severiano deu números finais a partida.

Rodrigo Pimpão carregou sozinho pela direita, passou pelo sistema defensivo e bateu cruzado. A bola pegou no zagueiro Marcão e morreu caprichosamente no fundo das redes. Vitória por 4 a 1 e sobrevida na competição garantida para Zé Ricardo e seus comandados. 

Entretanto, só um milagre classifica o Botafogo para as semifinais da Taça Rio. Para que isso aconteça, é necessário que o time vença o Americano, em Bacaxá, o Flamengo perca seu jogo e a Cabofriense não triunfe. Além disso, precisa tirar uma diferença de quatro e três gols, respectivamente, o que torna a missão bastante complicada. 

VAVEL Logo