Guia VAVEL do Brasileirão 2019: Botafogo
Arte: Arianna Lacerda / VAVEL Brasil

Guia VAVEL do Brasileirão 2019: Botafogo

Alvinegro entra na competição nacional buscando esquecer o início de ano ruim e almejando alçar vôos maiores do que na última edição

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Campeão em 1995, o Botafogo chega para o Campeonato Brasileiro precisando reconquistar a torcida, magoada pelo péssimo início de ano da equipe. A fraquíssima campanha no Carioca, onde o Alvinegro sequer se classificou para as semifinais de ambos os turnos, e a eliminação precoce na Copa do Brasil para o Juventude instauraram um clima de preocupação em General Severiano. 

Os resultados ruins no começo desse semestre culminaram na demissão de Zé Ricardo. Para seu lugar foi contratado Eduardo Barroca, ex-técnico do sub-20 do Glorioso e que teve um ótimo trabalho na base. O novo comandante é uma das esperanças da diretoria para que o clube faça uma boa campanha no Brasileirão e possa esquecer a primeira parte de 2019. 

Sem poder contar com Diego Souza, principal nome do elenco, para a estreia contra o São Paulo, no próximo sábado (27), às 16h (de Brasília), no Morumbi, Barroca esboçou qual deve ser a escalação para o debute do Botafogo no nacional. A provável escalação é a seguinte: Gatito, Marcinho, Carli, Gabriel e Jonathan; Bochecha (Jean), João Paulo, Wenderson; Pimpão e Cícero; Erik. 

Assim que se recuperar da lesão muscular, Diego Souza retomará a posição de centroavante, ocupada por Erik no treinamento no Nilton Santos. Com a ida de Kieza para o Fortaleza, o Alvinegro deve ir ao mercado em busca de reforços para o setor do ataque, que hoje em dia conta apenas com Diego e Igor Cássio. 

Destaque

Vitor Silva / SSPress / Botafogo
Vitor Silva / SSPress / Botafogo

O principal nome do Botafogo para 2019 é sem duvidas Diego Souza. Contratado com status de possível ídolo, o centroavante tem moral com a torcida botafoguense e, quando se recuperar da lesão, voltará ao time titular, podendo ser um dos pilares para uma boa campanha no Brasileirão. Porém, o camisa 7 não é o único destaque da equipe. Gatito Fernández e Erik também chegam para a competição podendo somar muito para a equipe de Barroca. O goleiro paraguaio e o atacante são dois jogadores de muita qualidade e, mesmo com a situação ruim no ano até aqui, sobressaem no elenco. 

Fique de olho

Vitor Silva / SSPress / Botafogo
Vitor Silva / SSPress / Botafogo

Além dos nomes de peso, o Glorioso tem alguns atletas que podem surpreender e se destacar no campeonato. O lateral-esquerdo Jonathan, oriundo da base, mostrou-se capaz de ser titular e convenceu com boas atuações. O jovem de 20 anos tem potencial para evoluir e tornar-se um dos grandes de sua posição.

Técnico

Vitor Silva / SSPress / Botafogo
Vitor Silva / SSPress / Botafogo

Recém contratado para substituir Zé Ricardo, o treinador Eduardo Barroca chega com a missão de mudar o panorama atual do Botafogo. Esse será o primeiro trabalho em uma equipe profissional do comandante de 36 anos. Barroca trabalhou no clube de 2016 a 2018, conquistando inclusive o Brasileirão sub-20. O técnico reencontrará alguns jogadores e membros da comissão com quem trabalhou em sua primeira passagem pela equipe carioca. Seu maior desafio será dar um padrão de jogo ao Alvinegro, uma das maiores reclamações da torcida em relação a Zé Ricardo. 

Estádio

O estádio Nilton Santos tem capacidade para 46.831 torcedores e pode ser um dos trunfos do Botafogo para esse campeonato, assim como foi na fuga do rebaixamento em 2009. Sem apresentar uma boa média de público, o Alvinegro precisa reconquistar sua torcida com boas atuações e vitórias, para que os botafoguenses voltem a comparecer ao Nilton Santos e apoiem seu time rumo a uma boa campanha no Brasileirão. 

Brasileirão de 2018

Vitor Silva / SSPress / Botafogo
Vitor Silva / SSPress / Botafogo

O Botafogo sofreu durante boa parte do campeonato no ano passado. Brigando para não cair até a segunda metade da competição, as esperanças da torcida em relação a bons resultados não eram tão grandes. Porém, guiado por Zé Ricardo, o elenco engatou uma arrancada e, além de afastar-se do Z4, terminou na 9ª posição, garantindo uma vaga na Copa Sul-Americana. O Glorioso terminou com 51 pontos, 13 vitórias, 12 empates e 13 derrotas. Foram 38 gols marcados e 46 sofridos. 

Expectativa para 2019

Apesar das eliminações no Carioca e na Copa do Brasil, o Alvinegro montou um elenco com nomes conhecidos no futebol nacional e apostas que se derem certo podem gerar bons resultados para o clube. Diante de um campeonato disputadíssimo, é extremamente necessário que Barroca acerte o time, para que assim possa almejar uma boa colocação ou até uma briga por vaga na Libertadores. Entretanto, diante de um cenário ruim e de atuações pouco convincentes, o Botafogo chega no Brasileirão com a meta de fugir do pelotão da parte de baixo da tabela e de ter um ano sem muitas pressões. Além disso, busca seguir a boa campanha na Copa Sul-Americana, onde eliminou o Defensa y Justicia, vice-campeão argentino e segue vivo na briga pelo título. 

VAVEL Logo
CHAT