Pressionado pelas atuações na temporada, Abel Braga pede demissão do Flamengo
(Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

A quarta-feira (29) no Flamengo começou muito agitada. Nessa manhã, o técnico Abel Braga comunicou ao presidente do clube, Rodolfo Landim, a decisão de deixar o Rubro-Negro após cinco meses de trabalho.

Com o treinador, a equipe da Gávea ganhou a Florida Cup, torneio de pré-temporada nos Estados Unidos, e o Campeonato Carioca, superando o Vasco na decisão. Porém, a falta de boas atuações, apesar de possuir um dos elencos mais caros do país, pesou para que a pressão sobre o comandante atingisse uma situação quase insustentável.

Além disso, os problemas no sistema defensivo também irritaram torcedores e dirigentes. Em 30 jogos oficiais na temporada, foram 27 gols sofridos, com média de 0,9 por partida. No Brasileirão, a média salta para 1,5 por duelo, com nove gols sofridos em seis partidas.

De acordo com o "globoesporte.com", o estopim para a decisão do treinador foi o vazamento da intenção da diretoria em pedir para que fosse escalada a equipe titular contra o Fortaleza, no sábado (1º), contrariando a afirmação do próprio treinador, que planejava escalar os reservas contra o Leão.

O principal candidato para assumir o cargo é o português Jorge Jesus. Com passagem vitoriosa no futebol português, o treinador de 64 anos foi especulado recentemente no Atlético-MG e no Vasco. Na derrota para o Galo, 2 a 1, Jesus esteve presente no estádio Independência.

Abelão deixa o Rubro-Negro com 32 jogos, 19 vitórias, 8 empates e apenas 5 derrotas. No total, foram 59 gols marcados e 29 sofridos. A equipe carioca está nas oitavas de final da Libertadores, e venceu o primeiro jogo das oitavas da Copa do Brasil, contra o Corinthians.

Na 6ª colocação do Brasileirão, com 10 pontos, o Flamengo receberá o Tricolor cearense no sábado às 16h, no Nilton Santos, e o interino Marcelo Salles comandará a equipe. Mais de 22 mil ingressos já foram vendidos de maneira antecipada.

VAVEL Logo