Com um gol em cada tempo, Grêmio vence Athletico-PR nas semifinais da Copa do Brasil
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Com um gol em cada tempo, Grêmio vence Athletico-PR nas semifinais da Copa do Brasil

Tendo um visante apático, Tricolor tomou conta no jogo e leva vantagem para o duelo fora de casa

izabellefranca
Izabelle França

Empurrado por mais de 40 mil torcedores, o Grêmio bateu o Athletico-PR por 2 a 0, dentro da Arena, pela partida de ida da semifinal da Copa do Brasil. André abriu a porteira, e Jean Pyerre fechou na segunda etapa.

Com o resultado, o Tricolor pode perder por 1 a 0. Para evitar a disputa de pênaltis, o Furacão precisa aplicar 3 a 0, no dia 4 de setembro. 

Foto: Lucas Uebel/Grêmio    

O Tricolor aplicou uma pressão inicial logo nos primeiros minutos. O Furacão encontrava dificuldade de sair para o jogo, após um erro de passe, os donos da casa aproveitaram. Leonardo acionou Everton, que ajeitou e finalizou para fora. 

Tempo passando e o duelo ficou trucando. O Grêmio rondava a bola em busca de espaços. Aos 23', Everton cruzou dentro da área. André subiu no meio da zaga e desviou de cabeça para as redes. 

Apostando nas velocidade, Santos fez reposição rápida. Rony chegou na frente, entrou na área e bateu cruzado, à esquerda do gol de Paulo Victor. Na frente do marcador, os donos da casa criavam mais chances de perigo e por pouco não aumentaram a diferença. Na entrada da área, André rolou para Maicon. O camisa 8 arrematou no canto, mas o goleiro caiu e segurou.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio   

O Grêmio voltou do intervalo com o mesmo ritmo. Apostando em passes e transições rápidas. Em bom lançamento, Kannemann encontrou Alisson na entrada da área. O atacante observou a chegada de Everton, e tocou para trás. Cebolinha pegou sem direção e acabou isolando.

A ansiedade tomou conta do Furacão. Com dificuldades de chegar na meta adversária, arriscou as finalizações de longas distancias, mas nenhuma com real perigo. 

Aos 26', Jean Pyerre cobrou uma falta com maestria. A redonda passou por cima da barreira e morreu no canto esquerdo de Santos, que não pode fazer nada. Três minutos depois, Alisson tirou aquele "uh da torcida". O atacante avançou até o ataque, saiu da marcação. Na finalização, tirou tinta da trave.

Antes do apito final, uma boa troca de passes. Thaciano enfiou para Luan. O camisa 7 deixou Diego Tardelli dentro da área. O atacante tirou do arqueiro rubro-negro, mas mandou à esquerda do gol.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo