Após derrota para o Flamengo Odair afirma: "A classificação não está resolvida"
Foto: Ricardo Duarte / SC Internacional

Após derrota para o Flamengo Odair afirma: "A classificação não está resolvida"

Mesmo perdendo o primeiro jogo por 2 a 0, treinador do Inter acredita que o clube tem totais condições de reverter o resultado em casa 

diego-bandeira
Diego Bandeira

o jogo Flamengo e Internacional se enfrentaram nesta quarta-feira (21), no estádio do Maracanã, na partida de ida das quartas de final da Libertadores da América. Aproveitando o mando de campo, o clube carioca largou na frente e venceu por 2 a 0. Mesmo com a dura derrota, o técnico Odair Hellmann fez questão de não abaixar a cabeça para tentar começar desde já uma reação.  

Logo após o apito final, o comandante colorado entrou no gramado e fez questão de cumprimentar seus jogadores tentando reanimá-los para o jogo de volta.

Odair abriu a entrevista com bom humor, brincando com os jornalistas e logo na primeira pergunta deixou claro que o confronto ainda não está decidido e que sua equipe tem totais condições de reverter o resultado.

“O Flamengo conseguiu a vitória e conseguiu traduzir as situações perigosas em gol. A gente não conseguiu nosso gol e nem nos estabilizar. Mas, a classificação não está resolvida. Da mesma forma que foi criado um ambiente aqui, nós vamos criar no Beira-Rio. Nós somos fortes e a torcida estará junto com a gente, vai nos apoiar. Nós saímos daqui conscientes de que dentro de nossa casa podemos buscar a classificação”, afirmou o treinador. 

Perguntado se o resultado poderia interferir na sequência do Internacional em outros campeonatos, Odair voltou a mostrar otimismo e frisou mais uma vez que a vaga na semifinal ainda está em aberta. 

“Não vou falar sobre hipótese de desclassificação porque temos totais condições de classificar. É isso que falei aos jogadores e falo ao torcedor. O jogo não está definido. O Flamengo acabou de perder de 2x0 fora de casa, veio aqui e reverteu. Nós perdemos o jogo para o Palmeiras (Copa do Brasil), viemos para o Beira-Rio e ganhamos nos pênaltis. Jogo desse nível não tem nada definido”, disse o técnico. 

Em seguida, ele voltou a destacar a força de seu grupo e de sua torcida. “Primeiro é dar moral aos jogadores e recuperar. Eles são fortes mentalmente, são capazes e têm qualidade. Agora é estar preparado e junto com nosso torcedor fazer um grande jogo no Beira-Rio e buscar até o último instante essa classificação."

Edenílson, que era dúvida para a partida, também foi tema da entrevista coletiva. Odair explicou as condições do atleta para a partida. 

“O Edenílson treinou um pouco na segunda-feira, estava sem treinar durante dez dias. Esperamos a reação do jogador na terça. Quarta conversando com o departamento médico e conseguimos colocá-lo em campo. Então é parabenizar o jogador, pela dedicação, e o departamento médico. Mesmo depois de dez dias fora o Edenílson correu, lutou e deu tudo o que ele podia dar de melhor”, explicou. 

Por fim, o treinador colorado mostrou respeito pela equipe adversária e procurou enaltecer a qualidade dos jogadores do Flamengo.  

"Quando você joga um jogo desse nível também tem jogadores de alto nível do outro lado. Em uma saída de bola estabilizada que tivemos, no momento mais frio do jogo, a gente perdeu uma posse no campo do Flamengo e acaba tomando uma saída rápida. Aí entra a qualidade dos jogadores adversários. Também temos que respeitar isso”, concluiu. 

Agora, Inter e Flamengo voltam a campo para a segunda mão na próxima quarta-feira (29), também às 21h30, mas no Beira-Rio.

VAVEL Logo