Em noite inspirada de Bruno Henrique, Flamengo larga na frente do Inter na Libertadores
Foto: Divulgação / Flamengo

Em noite inspirada de Bruno Henrique, Flamengo larga na frente do Inter na Libertadores

Convocado pela primeira vez por Tite, atacante rubro-negro faz valer o voto de confiança do treinador da Seleção e confirma ótima fase dentro de campo ao fazer os dois gols do jogo

bruno-gentile
Bruno Gentile

O Flamengo deu grande passo para avançar às semifinais da Libertadores. A equipe carioca venceu o Internacional por 2 a 0 no Maracanã, na noite desta quarta-feira (21), pelo jogo de ida das quartas de final da competição. O convocado Bruno Henrique brilhou na partida e marcou os dois gols do time comandado pelo treinador Jorge Jesus, que surpreendeu ao deixar Gerson como opção no banco de reservas, e escalar Éverton Ribeiro como titular.

Início truncado

A primeira etapa começou morna, com leve pressão do Rubro-Negro nos instantes iniciais, mas pouca criatividade. De cara, o Colorado teve dificuldade em resistir à pressão do Flamengo, mas o sistema defensivo armado por Odair Hellmann encaixou a marcação e montou um bloqueio eficiente, responsável por desconstruir as chances criadas pelos cariocas. Rodrigo Lindoso e Edenílson congestionaram o meio-campo e cercaram mais de perto as participações de Willian Arão na partida, que mantém a regularidade e mais uma vez fez bom jogo.

Com Arrascaeta e Éverton Ribeiro em noite de pouca inspiração, o Internacional tinha como proposta efetuar as roubadas de bola e fazer partidas rápidas para os contra-ataques. Com jogadores lentos na condução de bola (Rafael Sóbis e D'Alessandro) para o gol adversário, as jogadas não fluíram. Gabigol, que não estava cotado para jogar, teve a melhor chance do primeiro tempo, que parou em grande defesa de Marcelo Lomba. Diego Alves, por outro lado, quase não trabalhou.

Um Flamengo cirúrgico

Na volta do intervalo, os dois times retornaram com as mesmas posturas e a partida parecia tomar um rumo mais frio, sem muitas emoções. Mas ao longo da etapa complementar, o Colorado melhorou na parte ofensiva e deu mais sustos ao Flamengo. O Rubro-Negro, jogando em casa e necessitando levar para Porto Alegre alguma vantagem, foi ocupando cada vez mais o campo do Inter e, aos 29 minutos, a estrela de Bruno Henrique começou a brilhar. O camisa 27 recebeu bola enfiada entre os zagueiros e foi travado por Víctor Cuesta. Gérson pegou a sobra, rolou para ele e o mais novo jogador da seleção abriu o placar. Festa para mais de 66 mil presentes no Maracanã.

O Internacional mal teve tempo de reação e quatro minutos depois, Gabigol recebeu belo passe no meio, encontrou Bruno Henrique mais uma vez bem posicionado e o ponta, em boa jogada individual, ampliou a vantagem, sem chances de defesa para Lomba. Com o controle do jogo, Flamengo fazia o tempo passar e o Colorado, com a entrada de Nico López e Wellington Silva, apostava em velocidade aliada ao cansaço dos laterais cariocas para marcar o tão importante gol fora de casa.

As tentativas não surtiram efeito, e o Flamengo venceu a partida com boa vantagem no placar. O sistema defensivo de Jorge Jesus, que vinha sendo vazado em quase todos os confrontos, hoje se demonstrou seguro e sólido, graças a volta de Rodrigo Caio. O zagueiro, que se recuperou de um lesão muscular na coxa, voltou com bom tempo de bola e desarmes cirúrgicos, além de apresentar boa química e entrosamento com o espanhol recém-chegado Pablo Marí.

Sequência do calendário

O jogo de volta será quarta-feira que vem às 21h30, em Porto Alegre, no estádio Beira-Rio. Antes, as duas equipes têm compromissos pelo Campeonato Brasileiro, no domingo. O Flamengo enfrenta o Ceará às 16h, no Castelão, enquanto que o Internacional pega o Goiás no Serra Dourada, às 19h. O time de Jorge Jesus busca se manter perto da liderança e não deve colocar reservas em campo. Já a equipe sulista deve pôr em campo jogadores alternativos.

VAVEL Logo