Coritiba tropeça no Vitória e fica no empate em jogo movimentado no Couto Pereira
Alviverdes e Rubro-Negros empataram e mantiveram suas invencibilidades (Foto: Divulgação / Coritiba FC)

Coritiba tropeça no Vitória e fica no empate em jogo movimentado no Couto Pereira

Alviverdes, que dominaram a primeira etapa, saíram na frente do placar; Rubro-Negro consegue empate em um lindo gol de fora da área

lucas_s
Lucas Santana

Na noite desta terça-feira (27), Coritiba e Vitória fizeram uma partida movimentada pela 19ª rodada da Série B do Brasileiro e empataram por 1 a 1. A partida aconteceu no Estádio Couto Pereira, em Curitiba.

Com o resultado, os Alviverdes terminam o primeiro turno na segunda posição, com 34 pontos, e chegaram aos 10 jogos de invencibilidade. Já o Rubro-Negro baiano chega aos 20 pontos e ocupa de forma momentânea a 16ª posição, podendo ser ultrapassado pelo São Bento, que joga amanhã, contra o América-MG. No entanto, o Leão, a exemplo do Coxa, mantém uma invencibilidade. A equipe não perde há cinco jogos, desde a chegada do técnico Carlos Amadeu.

Primeira etapa de domínio Coxa-Branca

Invicto há nove jogos, o Coritiba quis aproveitar o bom momento que vive com a empolgação inicial do seu torcedor e partiu para cima do Vitória. E a primeira chance veio logos aos cinco. Welissol faz boa jogada individual, passa por Capa e cruza rasteiro. Rodrigão passa para Juan Alano, que finaliza na trave. Rafinha tenta aproveitar a sobra, mas Van desvia para a linha de fundo.

A tônica da primeira etapa foi a presença do Coxa no campo de ataque. E já aos onze minutos, Welissol novamente faz boa jogada para a equipe Coxa-Branca e cruza para o cabeceio de Rodrigão, que não consegue a finalização. Mais uma vez, a sobra fica com Rafinha, que não conseguiu colocar para dentro.

O primeiro gol veio aos 25, mas foi anulado pela arbitragem. Em cobrança de escanteio, a bola desvia em Van e sobrar para William Matheus, que manda para o fundo do gol rubro-negro. Os jogadores do Coxa reclamam que o desvio que Van deu na bola se caracterizou como um "passe", no entanto, o árbitro invalidou o gol.

A primeira oportunidade mais clara do Vitória veio aos 27. Wesley aproveita cruzamento de Capa, briga com a defesa e a sobra fica com Anselmo Ramon, que finaliza para a defesa de Alex Muralha. Caicedo pega a sobra, mas chuta por cima da meta Alviverde.

Mais uma chance dos baianos aos 35. Chiquinho recebe um passe na entrada da grande área e chuta forte. Muralha estava adiantado, no entanto, Romércio consegue cabecear e desviar a bola para escanteio.

Aos 39 minutos, o Coritiba fez valer todo volume de jogo que obteve na etapa inicial. Juan Alano cobra falta, a bola desvia no zagueiro Everton Sena e vai para o fundo do gol. Mesmo com o desvio, o gol foi confirmado para o atacante do Coxa.

Mesmo na frente do placar, a equipe da casa continuou buscando o gol. Aos 43 minutos, o volante Matheus Sales mandou uma bomba de fora da área e na sobra, Rodrigão e William Matheus não conseguem completar. 

O último lance de perigo do primeiro tempo foi por conta de Welissol, destaque da etapa inicial. Em bela jogada individual, o ponta se livra de três marcadores e chuta no canto, exigindo bela defesa de Ronaldo.

Gol Rubro-Negro, pressão do Coxa e igualdade no placar

Assim como no primeiro tempo, o Coritiba tentou manter a mesma intensidade na etapa final e logo aos cinco minutos chegou com perigo. Matheus Sales chuta forte contra a meta rubro-negra e Ronaldo espalma para fora.

O início dominante do Coritiba, no entanto, não predominou no segundo tempo. O Vitória conseguiu ter a bola, mas não era efetivo nas infiltrações na área Alviverde. Se o ataque não funcionava, coube a Lucas Cândido aparecer. E aos 20, o volante veio de trás, manda um forte chute para o gol de Muralha e a bola acaba desviando em Matheus Sales e parando no fundo do gol. 

A equipe da casa tentou reagir aos 24. Rafinha cruza forte e Patrick finaliza para o gol de Ronaldo, que mais uma vez, consegue evitar o gol. Giovanni tenta aproveitar a sobra e cruzar novamente, mas erra. 

A pressão Coxa-Branca continuou. Em bola cruzada para a área, Nathan aproveita a sobra, chuta forte e acerta a trave rubro-negra.

O último lance de perigo foi, também, do Coxa. Igor Jesus recebe lançamento na ponta direita e finaliza direto para o gol. Ronaldo consegue se recuperar o lance e evitar um gol por cobertura.

VAVEL Logo
CHAT