Revelado pelo Corinthians, Gabriel Castro celebra recomeço no Taubaté
Foto: Bruno Castilho/ EC Taubaté 

Promessa do Corinthians, Gabriel Castro, de 23 anos, se projetou com destaque nacional em 2015, quando foi titular absoluto na campanha do título da Copinha para o Timão. Sob comando de Osmar Loss na base, o zagueiro foi promovido ao profissional na mesma temporada de Guilherme Arana e Maycon.

Sem muitas oportunidades no time de cima, em 2016 o jogador foi repassado por empréstimo à Chapecoense. Ainda no mesmo ano, Gabriel também jogaria pelo Oeste e Ferroviária, este último, por onde se destacaria mais até ser flagrado em exame antidoping, que deu positivo para um diurético positivo.

O caso ocorreu em 2017, enquanto jogava pela Ferroviária, resultando em dois anos longe dos gramados. Emprestado pelo Corinthians, Gabriel obteve suporte jurídico do clube, que apesar de conseguir uma liminar durante o período em que o zagueiro não conseguiu entrar em campo.

Em boa fase no Taubaté, time que é dono da melhor defesa da Copa Paulista, com 6 gols sofridos em 15 partidas, o zagueiro relembra ao Globoesporte.com os momentos de dificuldades enquanto esteve impedido de atuar profissionalmente.

"Foi o momento mais difícil da minha carreira e da minha vida. Não fiquei parado por falta de oportunidade, falta de clube... Foi porque eu estava de mãos atadas e tinha que esperar acabar essa punição. Foi um momento muito difícil, momento em que minha família foi de extrema importância para mim. Recebi convites de clubes de Série B, clubes de Série A que estavam na Libertadores e eu não tinha o que fazer."

O Taubaté tem sido um dos principais times da competição, e Gabriel Castro um dos pilares do elenco. Ao lado de jogadores mais conhecidos como o meia Branquinho, ex-Santos e Athletico PR, e o ponta Rodriguinho, ex-Fluminense e Santo André.

Em boa fase, O defensor de 23 anos celebra seu retorno ao futebol e destaca seu atual clube, o E.C. Taubaté, na oportunidade dada para retomar a carreira que se iniciou de forma promissora.

"O Taubaté é o clube que me abriu as portas para esse recomeço. Meus empresários acreditaram em mim, sabiam da minha história e sabiam que eu tinha total condição de dar a volta por cima", afirmou.

Invicto há treze jogos, o Burro do Vale lidera sua chave na segunda fase da Copa Paulista, no grupo que tem o EC São Bernardo, Ferroviária e Atibaia.

VAVEL Logo