Cruzeiro desembarca, e Rogério Ceni não comenta sobre possível saída: "Não estou sabendo nada"
Foto: Divulgação/Cruzeiro

Depois do empate contra o Ceará, o Cruzeiro chegou em Belo Horizonte no fim da tarde desta quinta-feira (26). Diante de um forte esquema de segurança, ninguém do clube se dispôs a falar com imprensa no desembarque. Um grupo de torcedores esteve presente no aeroporto para realizar um protesto.

Rogério Ceni foi um dos primeiros a entrar ônibus. Ao ser abordado por repórteres sobre uma iminente saída do clube, o treinador economizou nas palavras, afirmando que ainda é o técnico do Cruzeiro.

"Não estou sabendo de nada. Acho que sim - sobre continuar no comando da equipe", disse Ceni.

O grupo de jogadores foi divido: enquanto alguns entraram no ônibus do clube, tais como o zagueiro Dedé, outros deixaram o aeroporto em carros particulares, como o meio-campista Thiago Neves, apontado como pivô da crise entre o elenco e Rogério Ceni

Torcedores gritavam palavras de ordem contra os jogadores: "Ei, Thiago Neves, pede pra sair!". Mas também demonstraram apoio ao treinador.

Logo depois do desembarque, a delegação do Cruzeiro seguiu para a Toca da Raposa. A informação preliminar é de que dirigentes esperam Rogério Ceni para a realização de uma reunião, na qual a pauta será o futuro do treinador.

O Cruzeiro é o 16º colocado e soma 19 pontos no Campeonato Brasileiro. Dependendo do complemento da rodada, a Raposa pode voltar para a zona do rebaixamento. O próximo desafio do time celeste na competição será segunda-feira, às 20h, diante do Goiás, no Serra Dourada.

VAVEL Logo