Com pênalti polêmico, CSA vence Avaí e se aproxima de saída do Z-4
Foto: Divulgação/ASCOM CSA

O CSA recebeu o Avaí na noite deste domingo (6), pela 23ª rodada da Série A, e venceu por 3 a 1, com gols de Ricardo Bueno, Gómez e Apodi. Pelo Avaí, quem marcou foi Jonathan. Com o resultado, o CSA respira um pouco, e conquista a 17ª colocação, com 22 pontos, um a menos que o Ceará, primeiro time fora do Z-4. Já o Avaí permanece na penúltima colocação, com 17 pontos.

Com promessa de jogo tenso, o Avaí saiu para o ataque e conseguiu levar perigo logo no início com Igor Fernandes, que ganhou da marcação e acertou bom chute, mas a defesa desviou e Jordi colocou para fora. 

Mas foi o CSA quem saiu na frente. Logo após a pressão do Avaí, aos 13 minutos Bustamante cruzou da esquerda, e o artilheiro Ricardo Bueno aproveitou na segunda trave para abrir o placar. Na sequência, o próprio Ricardo quase ampliou, quando desviou cruzamento de Apodi e viu o goleiro do Avaí espalmar para fora.

O Avaí ainda tentou uma reação no fim da primeira etapa, mas foi o CSA que ainda quase marcou o segundo, quando novamente Ricardo Bueno finalizou perto do gol após boa jogada da equipe.

O Avaí voltou para a segunda etapa com tudo e marcou logo no início, com Jonathan, quando Igor cruzou e o atacante aproveitou. O ritmo continuou sendo ditado pela equipe catarinense, mas o CSA respondeu aos 15 minutos, quando Dawhan chutou para defesa de Vladimir. Na sequência, Gómez pegou o rebote, mas chutou para fora.

O segundo gol do CSA veio aos 25 minutos em revisão do VAR, que marcou pênalti polêmico de Léo sobre Ricardo Bueno, em lance ainda aos 20 minutos. Na cobrança, o meia Jonathan Gómez não desperdiçou e ampliou o placar.Ainda teve tempo para mais um. Jean Cléber acionou Apodi, que avança e, na cara de Vladimir, colocou no cantinho.

Na próxima rodada o CSA enfrenta o Internacional, novamente dentro de casa, na próxima quarta-feira (9), às 19h15. Já o Avaí recebe o Vasco, na quinta-feira (10), às 19h15.

VAVEL Logo