Atlético-MG recebe o Goiás no Mineirão para amenizar crise
Foto: Bruno Cantini / CAM

O Atlético-MG se prepara para encarar o Goiás nesta quarta, no Mineirão, pelo Brasileirão, às 20h (de Brasília). Vagner Mancini escondeu dos jornalistas a preparação final para o jogo da 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A maior curiosidade dessa partida é a coincidência de datas e cenários, há exatos 14 anos depois, Atlético e Goiás voltam a se enfrentar no Mineirão, e o torcedor alvinegro espera um desfecho diferente daquele de 2005, quando faltavam apenas cinco rodadas para o fim do Brasileirão e o Galo amargava a lanterna e com a derrota de 2 a 1 foi fundamental para o único rebaixamento atleticano. Já nesta temporada a equipe mineira se encontra em 13º e apenas cinco pontos do Fluminense, o primeiro da zona de rebaixamento.

O treinador Vagner Mancini tem a missão de livrar o Galo de mais um rebaixamento em 2019 é bem mais tranquila do que em 2005. O Atlético precisa de mais duas vitórias nos oito jogos restantes podem salvar do rebaixamento. Quando enfrentou o Goiás em 2005, o Atlético precisava de praticamente 100% de aproveitamento para poder se livrar da Série B.

Outra coincidente é a campanha do Goiás fazia uma campanha superior à do Galo no Brasileirão e brigava por uma vaga na Copa Libertadores no ano seguinte. Naquela ocasião, a vitória sobre o Atlético foi importante para que a equipe goiana atingisse a meta que se repete em 2019. A equipe goiana está em 9º colocado e apenas quatro pontos do Internacional, o ultimo garantindo vaga na pré-Libertadores.

Fábio Santos volta à titularidade

A defesa deve ter Fábio Santos de volta à lateral esquerda, com Patric na direita e Guga barrado, devido uma pancada na cabeça, mas deve ficar apenas no banco de reservas nesta quarta.

A dúvida fica por conta da permanência (ou não) do uruguaio David Terans, que foi o armador central diante do Leão do Pici. Cazares pode ser escalado em seu lugar, após o equatoriano cumprir suspensão automática.

Nathan que ainda se recupera de uma ruptura do músculo adutor da coxa direita abre caminha par Elias voltar ao time, que fará dupla de volantes com Zé Welison, este que tem a sombra de Ramón Martínez na luta por espaço.

O provável Galo para encarar o Goiás: Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Zé Welison e Elias; Luan, Terans (Cazares) e Otero; Di Santo.

Goiás embarca com duas dúvidas

O lateral-esquerdo Jefferson e o meia Léo Sena viajaram com a delegação, mas podem ser poupados devido ao desgaste muscular. Neste caso, abre espaço para Alan Ruschel e Thalles serem escalados.

O técnico Ney Franco admitiu que pode fazer as mudanças e que o caso mais delicado é o de Jefferson. As duas alterações certas são o zagueiro Lucão, que fará sua estreia, no lugar do suspenso Fábio Sanches e também o volante Gilberto, que retorna de suspensão no lugar de Breno.

A provável escalação do Goiás: Tadeu; Yago Rocha, Lucão, Rafael Vaz e Alan Ruschel (Jefferson); Gilberto, Yago Felipe e Léo Sena (Thalles); Michael, Rafael Moura e Leandro Barcia.

VAVEL Logo