Apesar de derrota em MG, Coelho diz: "Quando joga para frente fico muito satisfeito"
Foto: Rodrigo Gazzanel / Ag. Corinthians 

Neste sábado (01), o Corinthians foi a Minas Gerais enfrentar o Atlético-MG e saiu derrotado por 2 a 1. Mesmo com o resultado negativo, Coelho, técnico interino da equipe, elogiou a maneira como o time se portou em campo. 

"Foi o que a gente combinou no 1º dia de treino, que dentro ou fora de casa a gente ia fazer o torcedor entender que vamos jogar para frente. Tenho boa resposta deles. Às vezes o resultado não vem, buscamos o gol. Quando o time joga para frente eu fico muito satisfeito". 

Com a derrota, o alvinegro paulista caiu para a oitava colocação, quatro pontos atrás do São Paulo, sexto colocado e último clube com classificação direta para a Libertadores, até o momento. Para Coelho, o objetivo ainda é entrar no G-6

Espero entregar na Libertadores, independentemente de qualquer coisa. Vim ajudar o clube que sempre me acolheu, com uma maneira diferente de jogar, ir para cima”. 

Quem também foi tema da coletiva foi o atacante Janderson. Autor do gol do Corinthians, a jovem promessa vinha fazendo um bom jogo, mas falhou no segundo tempo e acabou cometendo o pênalti que originou o segundo gol atleticano. 

"A gente precisa ter paciência com Janderson em questão tática, mas tem muito talento. Mais velhos ajudam, essa mudança de comportamento com a bola é 100% dos jogadores. Temos uma ideia e eles precisam querer. Janderson se encaixa nisso, tem ajuda dos experientes. Vai oscilar, mas é uma joia que temos", explicou o treinador. 

Agora, o Corinthians viaja para Fortaleza para encarar o Ceará, que briga para escapar do rebaixamento. “A briga é boa. Jogos muito difíceis, vai ser uma batalha contra o Ceará, mas vamos para cima", finalizou. 

VAVEL Logo