Velha guarda de treinadores brasileiros perde espaço para estrangeiros no Flamengo
Felipão em uma de suas passagens pelo Palmeiras (Foto: Divulgação/Palmeiras)

Ainda falta o anúncio oficial para a confirmação da saída de Jorge Jesus, mas já é sabido que a diretoria do Flamengo caça opções no mercado para ocupar o cargo de treinador do clube. No entanto, não se vê muitos nomes da "velha guarda" de técnicos brasileiros entre os desejados, com exceção a Renato Gaúcho. Agora, os estrangeiros são, de longe, preferência para os dirigentes rubro-negros.

Celso Roth, Cuca, Cristóvão Borges, Felipão, entre outros nomes, perdem espaço para os portugueses Marco Silva, André Villas-Boas e Leonardo Jardim, para os espanhóis Miguel Ángel Ramírez e Unai Emery, e também para o argentino Marcelo Gallardo. Ou seja, a mentalidade da diretoria flamenguista de futebol gostou do que viu no desempenho extraordinário de Jorge Jesus (português).

De acordo com o jornal carioca O Dia, o português Marco Silva e os espanhóis Miguel Ángel Ramírez e Unai Emery são os preferidos por Marcos Braz, diretor de futebol do Fla. Com certeza, nos bastidores, Jorge Jesus já deve ter antecipado que deve deixar o clube rubro-negro, mas o anúncio formal deve acontecer nesta noite, em jantar com o presidente flamenguista Rodolfo Landim, antes da ida de Jesus a Portugal.

Com o elenco recheado de craques acostumados a vencer e conquistar títulos, o Flamengo demonstra cada vez mais que está num caminho diferente que outros clubes nacionais. 

VAVEL Logo