Cruzeiro leva quarto "não" de técnico e volta a insistir em Felipão
Foto: Cesar Grecco/Palmeiras

O Cruzeiro segue tendo muitas dificuldades para encontrar um novo técnico para assumir o time após a demissão de Ney Franco, no último domingo (11), após o empate sem gols, com o Oeste, em jogo válido pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O nome da vez era o de Marcelo Chamusca, treinador do Cuiabá - atual líder da Série B, só que ele é mais um a dizer não para a Raposa. Antes dele, Lisca, Felipão e Umberto Louzer também recusaram a proposta.

Segundo o site do GloboEsporte.com, o presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, procurou Chamusca na quarta-feira (14), e ofereceu um salário bem maior do que ele recebe atualmente no Cuiabá, até o fim de 2021. Mas mesmo assim o treinador recusou a oferta.

Agora a Raposa retoma as conversas com Felipão, mesmo após tendo levado um "não" na primeira tentativa. Inclusive, segundo o 'Blog do PVC' a diretoria cruzeirense teria uma reunião marcado com Luiz Felipe Scolari, nesta quinta-feira (15).

Todavia, Felipão deseja um contrato de três anos, com o clube garantindo publicamente um projeto a longo prazo e também estabelecendo uma multa rescisória.

VAVEL Logo